Destaques, Todas Notícias, Toledo

Grafite é usado para oficina de Educação Ambiental

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Alunos do 5º ano das escolas municipais Amélio Dal Bosco e Borges de Medeiros, e estudantes de diversas turmas do Colégio La Salle participaram nesta terça-feira (22) de uma oficina de Educação Ambiental. A linguagem utilizada para transmitir o conhecimento foi o grafite. O grafiteiro toledano Isaac Souza de Jesus foi o responsável pela condução dos trabalhos. Nesta quarta-feira (23) será a vez dos jovens do Centro da Juventude do Coopagro receberem a oficina.

A atividade é realizada por meio de um convênio firmado ainda em 2020 entre o Município de Toledo e a Itaipu Binacional. Por meio da Linha Ecológica era previsto a realização de oficinas de Educação Ambiental (EA) e Cultura em 55 municípios da região, Toledo é um dos contemplados. As restrições impostas em função da pandemia dificultaram a realização das atividades anteriormente.

O Secretário de Desenvolvimento Ambiental e Saneamento (SMDAS), Júnior Henrique Pinto, disse que a “ideia é promover ações de Educação Ambiental por meio de oficinas em espaços públicos e abertos para envolver as crianças e os jovens, além de oportunizar a sensibilidade e conscientização sobre a importância da coleta seletiva e a contribuição de cada um com o meio ambiente”.

Júnior salientou a importância do envolvimento das crianças. “É uma alegria enorme ver as crianças participando. Nossas ações só têm a devida importância por conta dessa participação. E transmitir esses conhecimentos por meio da arte é extremamente importante para sensibilizar e expressar as nossas demandas”.

Todas as etapas do projeto contemplam oficinas que envolvem o público infantil, jovens e adultos dos mais diversos segmentos, sempre relacionando o conteúdo de resíduos sólidos e suas destinações.

A proposta de público do convênio é abrangente, envolvendo agricultores, professores, estudantes, técnicos de Unidade de Valorização de Recicláveis (UVR), catadores, técnicos de convênios de Educação e Cidadania de Itaipu, nutricionistas, cozinheiras de escolas, indígenas, entre outros.

Ao todo, a Itaipu Binacional vai promover 495 oficinas de Educação Ambiental e Cultura nos 55 municípios da sua área de abrangência. Por meio do convênio Linha Ecológica – Educação para Sustentabilidade e Desenvolvimento Cultural do Território – que tem o Conselho dos Municípios Lindeiros como parceiro, serão realizadas nove oficinas em cada município, sendo três de recuperação de nascentes, duas de hortas comunitárias, duas de cisternas e duas de grafite.

As atividades são sempre interativas e permitem o envolvimento da comunidade, à exemplo da oficina de grafite, a qual teve participação de pais e professores durante a realização dos trabalhos. Além de absorver os conhecimentos repassados, também puderam colocar a “mão na massa” e interagir de forma prática na atividade.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima