Paraná

Mais de 2 mil indígenas, quilombolas e caiçaras fazem o título eleitoral em mutirão da Justiça Eleitoral no Paraná

mais-de-2-mil-indigenas,-quilombolas-e-caicaras-fazem-o-titulo-eleitoral-em-mutirao-da-justica-eleitoral-no-parana
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Em todo o Paraná são 8,1 milhões de eleitores. Prazo para solicitar o título eleitoral termina em 4 de maio; veja como fazer. Servidores do TRE atenderam a 2.135 pessoas em comunidades indígenas, caiçaras e quilombolas do Paraná
Divulgação/ TRE
Mais de 2 mil moradores de comunidades indígenas, quilombolas e caiçaras fizeram o título de eleitor em um mutirão organizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) entre sábado (23) e domingo (24).
O último dado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indica que o eleitorado paranaense é formado por 8.176.812 eleitores, sendo que 52,6% são mulheres.
Na ação realizada pelo TRE-PR foram 2.135 pessoas atendidas, em 23 municípios do estado.
Título eleitoral
O prazo para solicitar o título eleitoral, conforme é TRE-PR, termina em 4 de maio. O primeiro turno das eleições neste ano acontece em 2 de outubro.
No TikTok, Justiça Eleitoral do Paraná aposta em memes e hits para engajar jovens na política; mesária produz parte do conteúdo
Veja como fazer o título eleitoral pela internet
Justiça Eleitoral do Paraná altera dois locais de votação em Curitiba; confira
Mais de 1.100 pessoas estão com nome social no título de eleitor, no Paraná
O cidadão que precisa regularizar o título ou retirar a primeira via do documento deve solicitá-lo pelo sistema Título Net, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral(TSE).
É necessário anexar documento oficial com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral e comprovante de quitação do serviço militar.
Para tirar o documento pela primeira vez, é necessário ainda que o futuro eleitor informe, na página de requerimento do sistema Título-Net, a unidade da federação em que reside.
Após esse procedimento, aparecem na tela informações sobre a digitalização dos documentos necessários para a solicitação:
uma foto tipo selfie segurando um documento de identificação;
comprovante de residência atualizado;
certificado de quitação de serviço militar, para homens de 18 a 45 anos.
Na página seguinte, em “Título de Eleitor”, ao solicitar a primeira via, a pessoa precisa marcar a opção “não tenho” para prosseguir com o atendimento.
Depois do envio dos dados, os documentos serão analisados pela Justiça Eleitoral. O acompanhamento da solicitação pode ser feito também pelo site.
Os que desejam realizar alguma alteração no cadastro eleitoral, devem conferir a situação junto à Justiça Eleitoral, também pela internet. Em seguida, é preciso acessar o sistema Título-Net, solicitar requerimento para o atendimento desejado e enviar a documentação necessária para regularização.
e-título
Outra maneira de consultar eventuais pendências junto à Justiça Eleitoral é por meio do aplicativo e-Título.
A ferramenta também pode ser utilizada como título eleitoral digital, substituindo o documento em papel no dia das eleições.
Para utilizar, é necessário fazer o download gratuito em telefones celulares ou tablets de qualquer plataforma Android ou iOS.
VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima