Paraná

Cavalo é encontrado ferido, e veterinário suspeita de ataque de onça, em Cascavel

cavalo-e-encontrado-ferido,-e-veterinario-suspeita-de-ataque-de-onca,-em-cascavel
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Segundo médico veterinário, características do ferimento indicam ataque de felino de grande porte, como a onça. Morador afirma ter visto o animal na propriedade dele. Cavalo foi atacado por felino de grande porte, em Cascavel
Hugo Mendes/RPC
Depois de um cavalo aparecer com ferimentos pelo corpo, no Bairro Lago Azul, em Cascavel, no oeste do Paraná, especialistas suspeitam de um possível ataque de onça na cidade.
O cavalo estava amarrado em um palanque, no sábado (16), quando entrou em contato com o animal. A cerca em que ele estava amarrado ficou danificada no momento da captura do cavalo.
Após registros de vídeo e pegadas, especialistas suspeitam de duas onças circulando, em Cascavel
Conforme o médico veterinário e gerente do setor Vida Silveste e Bem-Estar animal, Rodrigo Neca Ribeiro, tudo indica que o ataque foi causado por um felino, como uma onça.
“Pelas lesões encontradas no corpo do animal, que eram regiões de face, pescoço, e pela profundidade, tudo indica que seja um ataque de um grande felino. As marcas de garra. É impossível um cachorro ter feito aquilo”, explicou.
Arranhões pelo corpo do cavalo são profundos, conforme veterinário
Hugo Mendes/RPC
O morador do bairro Senair Zanarde, que vive em uma área com mata fechada nos fundos da casa, afirmou ter visto a onça durante o ataque.
De acordo com ele, no momento do ataque, o cavalo foi puxado pela possível onça por um corredor da propriedade. Inclusive, neste trecho, algumas madeiras ficaram quebradas durante a briga entre os animais.
“Certeza absoluta. Ela era vermelha, dava uns 80 centímetros de altura, um metro e pouco de comprimento, era quase do tamanho do cavalo”, contou sobre a aparição do felino.
Zanarde disse ainda que foi encontrar o cavalo mata adentro, mais ou menos 30 metros da propriedade.
Na chácara, o morador tem criação de outros animais. Na última quinta-feira (14), por exemplo, um carneiro foi atacado.
Por causa do aparecimento da possível onça, a rotina do morador mudou. Agora, ele está dormindo dentro da caminhonete.
“Essa noite passei dentro da caminhonete. Se ela vir, eu dou um susto nela”, contou sobre o medo do animal.
Grade foi danificada após abordagem do felino, em Cascavel
Hugo Mendes/RPC
Segurança
De acordo com o gerente do setor Vida Silveste e Bem-Estar animal, a orientação é para que as pessoas evitem o contato direto com felinos de grande porte.
“Esse é uma animal que é muito forte, então qualquer tentativa de captura, a chance de lesão e risco para a pessoa vai ser muito grande. Então se ela ver o animal, vale ligar uma luz, fazer um barulho, e o animal já vai se afastar.”
PodParaná #73: Projeto no Parque Nacional do Iguaçu luta para preservar onças-pintadas
Conforme Ribeiro ainda, a Polícia Ambiental foi acionada no dia do ocorrido e irá definir as ações de monitoramento da área para localização do animal envolvido.
Marcas no chão de terra indicam as pegadas do felino, conforme veterinário
Hugo Mendes/RPC
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima