Paraná

PodParaná #74: Hospital usado para isolamento de pessoas com hanseníase é eternizado como museu no Paraná

podparana-#74:-hospital-usado-para-isolamento-de-pessoas-com-hanseniase-e-eternizado-como-museu-no-parana
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Criado em 1926, Hospital São Roque chegou a ter 1.300 pacientes internados. Paciente que morou no local relembrou período de internamento: ‘Lembranças que eu tenho do hospital são boas e ruins’. Uma doença que por muito tempo foi alvo de preconceito, sendo pejorativamente chamada de lepra, levou a ter mais de 1.300 pacientes diagnosticados com hanseníase isolados no Hospital São Roque.
A instituição foi criada no ano de 1926 no município onde hoje fica Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Foram 17 anos de funcionamento.
De acordo com Maristela Zanella, diretora-geral da instituição que hoje dá lugar a um museu e ao Hospital Dermatológico do Paraná, o hospital também funcionava com uma estrutura de cidade por conta do isolamento.
Por lá, até cinema e delegacia existiam.
Diante da importância que o local tem para a história da Saúde no Paraná, o Hospital São Roque é tema do 74º episódio do PodParaná.
PodParaná: toda sexta-feira um novo episódio. Ouça no G1 e em diversas plataformas
Arte/RPC
Dide foi uma das moradoras do local. Ela chegou no dia 22 de outubro de 1976 à instituição, onde permaneceu por três anos e sete meses.
Tinham bailes, festas, carnaval, futebol todo domingo, churrascadas, bingo, mas as irmãs sempre estavam conosco, cuidando da gente. As lembranças que eu tenho do hospital são boas e ruins também. Lembranças boas de brincar com as meninas, de ir aos jogos de futebol, cantar no coral, lia a liturgia na igreja. Tenho tenho ruins também, mas as melhores superam as ruins”, relembrou.
Você pode ouvir o PodParaná no g1, no Spotify, no Castbox, na Amazon, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, no Hello You ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o PodParaná, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.
Casarão de hospital vira museu em Curitiba
Com o avanço da medicina, o tratamento e a cura da hanseníase foram identificados, e o Hospital São Roque deixou de funcionar enquanto local de isolamento.
Mas para eternizar a memória dos que por lá passaram e também a importância de disseminação de informação sobre a doença, alvo de preconceitos até a atualidade, o casarão no terreno se tornou o Museu São Roque.
O PodParaná tem episódios semanais que contam a história de moradores do estado e trata de temas importantes para os paranaenses. Para sugerir temas e interagir com a equipe, os ouvintes podem usar o aplicativo Você na RPC.
Hospital usado para isolamento de pessoas com hanseníase é eternizado como museu no Paraná
Divulgação/AEN
VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima