Paraná

Suspeito de matar jovem de 22 anos a tiros após briga de trânsito é preso em Cascavel

suspeito-de-matar-jovem-de-22-anos-a-tiros-apos-briga-de-transito-e-preso-em-cascavel
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Ailson Augusto Ortiz foi baleado por Elias Pires, na quinta (24). Advogado do atirador diz que ele ‘se encontra abalado diante da situação’. Pistola usada no crime foi apreendida nesta sexta (25). Homem que matou jovem a tiros em briga de trânsito, em Cascavel, está preso
Elias Pires, de 54 anos, suspeito de ter matado um jovem a tiros depois de uma briga de trânsito, em Cascavel, no oeste do Paraná, foi preso preventivamente, nesta sexta-feira (25).
O crime ocorreu na manhã de quinta-feira (24). Ailson Augusto Ortiz, de 22 anos, estava em uma moto e foi baleado ao menos três vezes pelo motorista. O atirador havia fugido com o carro.
O homem se apresentou na delegacia, na tarde desta sexta, acompanhado pelo advogado. Amigos e familiares de Ailson fizeram uma manifestação em frente ao local.
Durante a noite, Elias Pires foi levado para a Cadeia Pública da cidade.
“No momento ali ele pode ter se excedido, sim, mas foi um momento de emoção, um fato que aconteceu no momento que ninguém pode explicar. Ele já tinha conhecimento da expedição do mandado de prisão dele, ele veio prontamente se apresentar, ele quer cumprir uma vez que se encontra abalado diante da situação que ocorreu. A família perdeu um filho, mas em compensação ele também se encontra abalado”, disse Verli Farias, advogado do suspeito.
Uma pistola calibre 380 também foi apreendida pela polícia nesta sexta. Segundo as investigações, esta foi a arma utilizada no crime.
Suspeito de matar jovem de 22 anos a tiros após briga de trânsito é preso em Cascavel
Reprodução/RPC
O carro usado pelo autor dos disparos foi apreendido pela Polícia Militar (PM) ainda na tarde de quinta. Equipes da PM e da Polícia Civil também encontraram outras três armas.
Segundo a polícia, o homem tinha permissão para usar armas para caça, como atirador, e também para colecionar. A investigação ainda não informou se as armas possuem registros.
O caso
Uma câmera de segurança registrou o momento em que o jovem e o atirador discutem. Nas imagens, é possível ver que Ailson caminha em direção ao motorista, gesticulando com as mãos.
Em seguida, o rapaz dá um soco no homem, que rapidamente saca a arma e efetua os disparos. Na sequência, o atirador embarca em um carro com uma mulher e foge.
‘Menino doce, não tinha problema com ninguém’, diz pai da vítima
Câmera capta áudio de briga de trânsito que resultou na morte
Jovem de 22 anos é morto a tiros durante briga de trânsito, em Cascavel
Duas pessoas, que preferem não ser identificadas, relataram como o crime aconteceu em entrevista à RPC.
Uma delas conta que tentou conversar com o homem e, também, que pediu para que ele não atirasse no jovem, mas foi ameaçada pelo suspeito.
“Eu pedi pra ele ‘senhor, não mata não, não mata não’. Aí ele falou ‘vai sobrar pra você também’. Aí eu corri pra dentro (casa). Acabou as balas, senão ele atirava, eu acho, ele ia me atirar. Pensei de correr em cima, segurar ele, mas daí falei não vou fazer isso”, descreve a testemunha.
Outra pessoa, que passava pelo local, disse que os dois estavam discutindo possivelmente porque um fechou o outro no trânsito.
“Eu vi que eles estavam discutindo. O menino que faleceu aqui foi dar um soco no senhor, o senhor puxou uma pistola e atirou nele à queima-roupa, foi o que eu vi. Depois eu, tipo assim, me assustei e não vi mais nada. […] Só sei que foi uma fechada de trânsito. Acho que às vezes ele pode ter fechado o menino aqui e o menino não gostou, foi pra cima dele, foi uma discussão, daí ele pegou a pistola e atirou à queima-roupa”.
Ailson Augusto Ortiz, de 22 anos, foi morto nesta quinta-feira (24)
Arquivo pessoal
VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Oeste e Sudoeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima