Paraná

Começa a valer a tarifa zero para o transporte coletivo de Quatro Barras

comeca-a-valer-a-tarifa-zero-para-o-transporte-coletivo-de-quatro-barras
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Cidade é a primeira na região metropolitana a implantar o benefício, que atende 11,7 mil passageiros que embarcam nos ônibus diariamente. Quatro Barras terá tarifa zero para o transporte coletivo
Divulgação/Prefeitura de Quatro Barras
.
A tarifa zero para o transporte coletivo começou a valer nesta segunda-feira (21) em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O benefício vale para as linhas que operam dentro do município.
O passageiro tem livre acesso às quatro linhas exclusivas que operam tanto em dias úteis, quanto em fins de semana. Saiba mais abaixo.
A cidade é a primeira na região metropolitana a implantar o benefício, que atende cerca de 11,7 mil passageiros diariamente.
A isenção do valor da passagem foi possível com a assinatura de um termo de cooperação entre a Prefeitura de Quatro Barras e o Governo do Paraná, por meio da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), que prevê a divisão do subsídio tarifário entre o estado e o município.
Para usar o benefício é necessário utilizar o cartão Metrocard, que fornece informações importantes para o sistema, como o número de usuários das linhas.
Porém, o beneficiário vai passar o cartão e nenhuma tarifa será cobrada.
Como vai funcionar?
O passageiro terá livre acesso às quatro linhas exclusivas que irão operar tanto em dias úteis, quanto em fins de semana, com mais de 50 horários disponíveis. O transporte gratuito será oferecido pelas linhas:
O11 – Borda do Campo/Terminal de Quatro Barras;
O12 – São Pedro – Jardim Menino Deus (via Terminal de Quatro Barras);
O13 – Palmital – Ribeirão do Tigre/Terminal de Quatro Barras;
O14 – Santa Luzia.
Mesmo com a incorporação da tarifa zero nas linhas municipais, o sistema metropolitano continua com atendimento normal através das linhas de ligação com Curitiba (Guadalupe e Terminal do Santa Cândida), Campina Grande do Sul e Piraquara, ou seja, ao se deslocar para outros municípios o passageiro terá o custo normal da passagem.
Para distribuir os serviços no Terminal Rodoviário, estão previstas adequações para o atendimento híbrido, permitindo acesso às linhas municipais sem passagem pela catraca no terminal e a implantação de catraca para as linhas metropolitanas, de forma que ambas estejam integradas.
Quatro Barras anuncia tarifa zero para o transporte
Vídeos mais assistidos do g1 PR:

Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima