Paraná

Governo paraguaio aceita reduzir preço do combustível e manifestantes liberam tráfego na Ponte da Amizade

governo-paraguaio-aceita-reduzir-preco-do-combustivel-e-manifestantes-liberam-trafego-na-ponte-da-amizade
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Protestos na ponte que liga o Brasil ao Paraguai estavam bloqueando o trânsito desde a última segunda-feira (14). MPF defende barreiras sanitárias na Ponte Internacional da Amizade
Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação
Após uma semana de bloqueios parciais e totais, manifestantes liberaram o tráfego de todos os veículos na Ponte da Amizade nesta sexta-feira (18). A ponte liga Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, à cidade paraguaia de Cidade del Leste.
Desde a segunda-feira (14) havia protestos no local por conta do anúncio de aumento no preço dos combustíveis pelo Governo do Paraguai.
Além da redução do preço, os manifestantes exigiam que o governo paraguaio retomasse, por meio de decreto, o controle dos preços determinados pela Petropar, a estatal paraguaia de combustíveis e gás.
Conforme o presidente Federação Nacional dos Taxistas de Cidade do Leste, Florencio Soto, o governo paraguaio irá baixar os mil guaranis por litro de combustível – equivalente a R$ 0,72 – exigidos pelos manifestantes.
“O governo vai tirar quase R$ 0,80 do valor do preço do combustível que era o que a gente exigia e conseguimos”, afirmou.
Entre os manifestantes estavam caminhoneiros, moto taxistas, entregadores de delivery e motoristas de aplicativos.
PodParaná #70: Ponte da Amizade completa 57 anos de inauguração
Bloqueio atinge a entrada da Ponte da Amizade no Paraguai
Maurício Freire/RPC Foz do Iguaçu
Veja os vídeos mais assistidos do g1 PR:
Mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima