Paraná

Engorda da faixa de areia de Matinhos fica pronta para a próxima temporada de verão, diz presidente do IAT

engorda-da-faixa-de-areia-de-matinhos-fica-pronta-para-a-proxima-temporada-de-verao,-diz-presidente-do-iat
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Consórcio Sambaqui será responsável pela obra de revitalização da orla de praia do litoral do Paraná. Obra é orçada em R$ 500 milhões. Revitalização da orla de Matinhos começa a sair do papel
As obras de revitalização da orla de Matinhos, no litoral do Paraná, começam pela instalação dos tubos para dragagem da areia da praia. Nesta segunda-feira (14), com a chegada dos primeiros equipamentos, o Instituto de Água e Terra (IAT) afirmou que a engorda da faixa de areia deve ficar pronta para a próxima temporada de verão.
A previsão é que moradores e turistas tenham entre 80 e 100 metros de faixa de areia para usufruir.
O Consórcio Sambaqui é o responsável pela obra, orçada em R$ 500 milhões. Uma das empresas do grupo foi a responsável pelo alargamento da faixa de areia de Balneário Camboriú, em Santa Catarina. De acordo com o Governo do Paraná, o prazo total da obra é de 32 meses.
“É inegável o bom resultado que aconteceu lá em Camboriú, e a gente espera aqui também, num curto espaço de tempo, provavelmente entre final de junho e novembro, nós teremos a engorda da praia, a parte da areia concluída graças a eficiência que essa empresa traz lá de Camboriú”, afirmou o presidente do Instituto Água e Terra (IAT) Everton Souza.
O projeto deve ser executado em três etapas. A primeira prevê um trecho de seis quilômetros de obras entre o Morro do Boi e o Balneário Flórida, com o alargamento da faixa de areia. Neste estágio, devem ser transferidos mais de três milhões de metros cúbicos de areia. O custo estimado é de R$ 397 milhões.
Na sequencia, a segunda etapa, contempla dois quilômetros entre os balneários Flórida e Etiene. O investimento é de mais R$ 126 milhões para, essencialmente, a construção de um canal e de estruturas de contenção do mar.
Por fim, os trabalhos são voltados para a área de urbanização e paisagismo.
Projeto de revitalização da orla de Matinhos prevê obras de mobilidade e paisagismo
Divulgação/Aen

LEIA TAMBÉM
Governo anuncia consórcio vencedor da obra de recuperação da orla de Matinhos
Governo diz que benefícios com revitalização superam impactos ambientais
Veja o que está previsto no edital de licitação para revitalização da orla de Matinhos
Estudo da UFPR alerta para ‘graves consequências ambientais’ em projeto de revitalização
Projeto de Revitalização
Conforme publicado pelo Governo do Paraná, as obras de recuperação da orla de Matinhos preveem a ampliação da faixa de praia por meio de aterro hidráulico, estruturas marítimas semirrígidas, canais de macrodrenagem, redes de micro drenagem, revitalização urbanística da orla marítima, bem como a pavimentação e a recuperação de vias.
O projeto, ainda segundo o governo, tem cunho ambiental e social, com objetivo de proteção da costa diante dos processos de erosão marinha, pretende melhorar a balneabilidade e a salubridade, e também há a previsão de minimizar as enchentes.
Geração de empregos
A previsão é que sejam criados 300 empregos na cidade para o desenvolvimento da obra. Inicialmente, o consórcio seleciona 167 profissionais e quem mora na cidade tem preferência. Os interessados devem procurar a Agência do Trabalhador de Matinhos no Centro Comercial Mar – Av. Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 975.
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima