Paraná

Balsa fica à deriva na Baía de Guaratuba e precisa ser rebocada por outra embarcação

balsa-fica-a-deriva-na-baia-de-guaratuba-e-precisa-ser-rebocada-por-outra-embarcacao
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Caso aconteceu nesta segunda-feira (7). Empresa responsável não se manifestou. DER disse que balsa ‘saiu da rota por problema mecânico’. Moradora registra balsa que ficou à deriva na Baía de Guaratuba
Uma balsa ficou à deriva na Baía de Guaratuba, no litoral do estado, nesta segunda-feira (7), e precisou ser rebocada por outra embarcação. O caso foi registrado em vídeo por uma mulher que estava no local. Assista acima.
“Olha o que aconteceu com a balsa… Foi embora pro lado contrário… Não sei se tá quebrada… Ficou à deriva. Naquela distância eu nunca tinha visto”.
O caso aconteceu no final da manhã. De acordo com a testemunha, a balsa estava carregada com carros e pedestres. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) confirmou o problema, mas disse que foi resolvido em poucas horas. Leia mais abaixo.
A mesma testemunha disse que enquanto a balsa estava à deriva, outra embarcação tentava atracar há pelo menos 15 minutos, mas sem sucesso.
Imagens mostram balsa sendo socorrida por rebocador
Divulgação/RPC
“Pra nós que dependemos todo dia disso aqui tá muito difícil, gente”.
A reportagem tentou contato com a Internacional Marítima, concessionária que está realizando o serviço de travessia entre Guaratuba e Matinhos, mas não obteve resposta até esta publicação ir ao ar.
O DER-PR, responsável pela fiscalização, disse em nota que a embarcação “saiu da rota de navegação devido a um problema mecânico”, e que foi necessário apoio de outras duas embarcações para o reboque.
O DER disse, também, que a balsa foi consertada em poucas horas.
Medida preventiva
Recentemente, durante o carnaval, o DER emitiu uma orientação aos motoristas, solicitando que buscassem rotas alternativas durante o feriado porque o serviço poderia apresentar problemas.
Veículos pesados chegaram a ser proibidos de fazer a travessia durante o feriado.
Houve registro de fila, no sentido Matinhos-Guaratuba, de mais de três horas.
Estrutura
Ferry-Boat de Guaratuba, no litoral do Paraná
Reprodução/RPC
A Internacional Marítima, que assumiu a concessão em caráter emergencial no dia 10 de fevereiro, utiliza a mesma estrutura que era usada pela antiga concessionária, a BR Travessias.
No final de fevereiro, o DER informou que três embarcações estão em operação, além de um conjunto de balsa e rebocador. Dois atracadouros também estão ativos, segundo o departamento.
Vídeos mais assistidos do g1 PR:
Veja mais notícias do litoral em g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima