Paraná

Feira do Largo de Curitiba volta a funcionar apenas aos domingos e tem local alterado por causa de obras

feira-do-largo-de-curitiba-volta-a-funcionar-apenas-aos-domingos-e-tem-local-alterado-por-causa-de-obras
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Segundo a prefeitura, 400 barracas de expositores serão realocadas para ruas próximas. Mudanças ocorrem por causa de melhorias nas calçadas do trecho. Obras obrigam mudanças na feirinha do Largo da Ordem
A tradicional feirinha do Largo da Ordem, no Centro Histórico de Curitiba, voltará a funcionar apenas aos domingos e será transferida de lugar por causa de obras na região, segundo a prefeitura.
De acordo com o município, as 400 barracas dos artesãos expositores serão realocadas em ruas próximas.
Manifestantes protestam pela reabertura da Feira do Largo da Ordem, em Curitiba
Os quiosques passarão a ocupar a Rua Trajano Reis até a Treze de Maio, além do trecho da Rua Muricy até a Rua Almirante Barroso, que será reconfigurado e passará a ter quatro fileiras de barracas.
Com a reestruturação, os visitantes terão dois corredores de circulação. Na Rua Ermelino de Leão, serão duas fileiras de barracas.
De acordo com o município, as mudanças ocorrerão por causa de obras de melhorias nas calçadas do trecho tradicional da feira.
A nova configuração é temporária, com duração de cerca de quatro meses, que é o período previsto para a conclusão da revitalização na via.
Feirinha terá alterações por causa de obras, em Curitiba
Cedoc/RPC
Segundo a coordenação das Feiras de Artesanato do Instituto Municipal de Turismo, algumas barracas de alimentação, que estavam dispersas ao longo da feira, serão agrupadas.
Dessa forma, a feirinha contará com três praças de alimentação: a da Rua Trajano Reis, além das novas instalações nas ruas Ermelino de Leão e Jaime Reis.
Coronavírus
De acordo com a prefeitura, as mudanças fazem parte da retomada do funcionamento tradicional do lugar, como ocorria antes da pandemia de Covid-19.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
DECRETOS: Veja o que pode abrir e o que deve fechar nas principais cidades
Por causa do novo coronavírus, a feira estava dividindo o número de expositores em dois dias para reduzir o volume de pessoas na área.
O município informou ainda que atualmente a Feira do Largo tem ocorrido com 70% da capacidade, com cerca de 800 unidades, do total de 1.300 barracas cadastradas.
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias do estado no g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima