Armazém de madeira conhecido como ‘Máquina de Arroz de Londrina’ é demolido

armazem-de-madeira-conhecido-como-‘maquina-de-arroz-de-londrina’-e-demolido
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Prédio foi construído no fim da década de 1930 e serviu como central de beneficiamento de arroz. Madeira foi vendida para uma empresa, e terreno dará lugar a uma nova construção. Imóvel de antiga máquina de arroz é demolido em Londrina
O armazém de madeira conhecido como Máquina de Arroz de Londrina, cidade da região norte do Paraná, foi demolido. O prédio foi construído no final da década de 1930 e desmanchado na última sexta-feira (7) para dar lugar a uma nova construção.
O local funcionava como central de beneficiamento do grão, mas começou a perder clientes após a popularização do arroz industrializado nos supermercados.
Décio Carlos Rodrigues, que é proprietário do imóvel, disse que tem muita história para contar do local. Além disso, ele contou que fica triste pela demolição, mas que precisa olhar pelo lado comercial.
“Eu comprei arroz a minha infância toda aqui. Meu pai e minha mãe mandava eu e meus irmãos virem buscar arroz. Eu tenho um passado e um futuro no local, para mim é gratificante”, afirmou.
Prédio foi construído no final da década de 1930
Arquivo pessoal
O armazém ficava na região central de Londrina, no cruzamento das ruas Uruguai e Santa Catarina. Duas famílias trabalharam na máquina de arroz.
Rodrigues explicou que a madeira usada para a construção do armazém é de peroba-rosa. As tábuas e vigas foram vendidas para uma empresa, que deve enviar o material para a Europa.
“A máquina também tem uma parte de peroba-rosa, que eu vou tentar preservar doando para o Museu de Londrina”, contou.
Máquina de Arroz de Londrina foi desmanchada
Vanessa Navarro/RPC
VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima