Ilha de Superagui restringe circulação de turistas e funcionamento de serviços por causa de surto de Covid-19

ilha-de-superagui-restringe-circulacao-de-turistas-e-funcionamento-de-servicos-por-causa-de-surto-de-covid-19
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Pessoas que estão hospedadas na ilha ficarão retidas no local por pelo menos 72 horas. Bares, restaurantes e serviços turísticos devem ser fechados. A Ilha de Superagui, em Guaraqueçaba
Acervo RTVE/Paraná Turismo
A prefeitura de Guaraqueçaba, no litoral do Paraná, restringiu a circulação de turistas e determinou o fechamento de atividades não essenciais, na Ilha de Superagui, por causa de um surto de Covid-19. Um decreto com as medidas foi publicado na segunda-feira (3).
Segundo a prefeitura, 33 casos de Covid-19 foram diagnosticados na ilha, nos últimos dias.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado
MAPA: Veja onde se vacinar em Curitiba, no app Você na RPC
A publicação determina ainda que turistas e hóspedes que estão em hotéis, pousadas ou similares sejam retidos na ilha por pelo menos 72 horas.
De acordo com a prefeitura, devem ser fechados bares, restaurantes e atividades não essenciais, incluindo passeios turísticos.
Serviços de alimentação podem fazer entrega domiciliar ou funcionar em esquema de retirada em balcão.
Além disso, o decreto instituiu um toque de recolher, das 20h às 5h, sendo proibida a circulação de pessoas durante o período nas ruas e vias da Ilha de Superagui.
Serviços de hospedagem ficarão suspensos até o dia 31 de janeiro, conforme o decreto.
Táxis náuticos e barcos que fazem o transporte até a ilha estão autorizados a funcionar, desde que sejam seguidas as orientações sanitárias para evitar o contágio da Covid-19.
VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima