Hemonúcleo de Foz do Iguaçu pede doação de sangue de pessoas que tiveram Covid

hemonucleo-de-foz-do-iguacu-pede-doacao-de-sangue-de-pessoas-que-tiveram-covid
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Segundo instituição, plasma do sangue dos doadores pode ser utilizado no tratamento de pacientes em estado grave com Covid-19. Doações podem ser feitas a partir do dia 3 de janeiro. Veja como doar. Hemonúcleo de Foz do Iguaçu pede doações de pessoas recuperadas da Covid-19
HMCC/Divulgação
O hemonúcleo de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, está pedindo doação de sangue para pessoas que tiveram Covid-19 e se recuperaram há pelo menos 45 dias.
O material é usado na produção de plasma hiperimune ou convalescente que auxilia no tratamento de pacientes em estado grave com a doença. Doações podem ser feitas a partir desta segunda (3), por agendamento.
De acordo com a instituição, o uso do material tem dado ótimos resultados no tratamento de pacientes com a Covid19 e internados nas unidades de terapia intensiva (UTIs) da cidade.
Quem pode doar?
Para doar é preciso ter entre 18 e 60 anos, e estar em boas condições de saúde. Podem participar da coleta apenas mulheres que não nunca ficaram grávidas, pois a gestação pode interferir no plasma.
Com os critérios clínicos preenchidos, o paciente pode receber o plasma com anticorpos extraído do doador.
Agendamentos para a doação podem ser feitos pelo telefone (45) 3576-8020. A coleta ocorre no Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), na Avenida Gramado, 364, Vila A.
Anticorpos no tratamento contra Covid-19
Conforme a equipe do hemonúcleo, o plasma é a parte líquida do sangue.
Pacientes que se recuperaram da Covid-19 podem doar porque o sistema imunológico da pessoa que foi contaminada produz proteínas na corrente sanguínea para combater a doença, que são chamados anticorpos.
Após a recuperação do infectado, os componentes sanguíneos com estes anticorpos podem ser coletados e utilizados em outras pessoas para auxiliar no tratamento da doença.
A primeira transfusão de plasma hiperimune em Foz do Iguaçu ocorreu em 26 de agosto, no HMCC.
Veja mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima