Vendas de Natal crescem 11% no comércio do Paraná, aponta pesquisa

vendas-de-natal-crescem-11%-no-comercio-do-parana,-aponta-pesquisa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Levantamento contratado pela Faciap ouviu 500 lojistas em Curitiba, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Cascavel, Maringá e Londrina, única cidade onde o resultado superou a expectativa. Conforme a pesquisa, os segmentos que mais se destacaram foram confecções, calçados e utilitários
Carlos Casaes
As vendas de Natal neste ano cresceram 11% no comércio do Paraná em relação ao mesmo período de 2020, de acordo com pesquisa do Datacenso contratada pela Federação da Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap).
O resultado ficou 3% abaixo da expectativa dos empresários no início de dezembro. Divulgado na quarta-feira (29), o levantamento ouviu 500 comerciantes de Curitiba, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Cascavel, Maringá e Londrina, entre os dias 27 e 28 de dezembro.
Os empresários de Londrina, no norte do estado, registraram o melhor desempenho, segundo a pesquisa. A cidade foi a única onde o resultado superou a expectativa. Maringá, na mesma região, e Cascavel, no oeste, tiveram os menores desempenhos. Veja abaixo.
DESEMPENHO DAS VENDAS DE NATAL
A maior parte dos comerciantes entrevistados empregam até nove funcionários, seguida pelos empresários que têm entre 10 e 49 empregados.
Conforme a pesquisa, os segmentos que mais se destacaram foram confecções, calçados e utilitários, e as pessoas compararam mais produtos de uso pessoal para passeios, viagens e também para presentear.
Para o presidente da Faciap, Fernando Moraes, o resultado positivo em relação ao ano passado reflete um crescimento no clima de confiança do consumidor com a expectativa de melhora da economia com a redução dos casos de Covid-19.
“Com o avanço da vacinação e a queda nos números da pandemia as famílias voltaram a se reunir para celebrar o Natal, o que alavancou as vendas neste período. Além disso, o 13º salário também influenciou no bom desempenho das vendas em relação a 2020”, afirma.
Ainda de acordo com o levantamento, a maioria dos comerciantes paranaenses não aumentou o quadro de funcionários para este fim de ano.
A cidade que mais contratou no período foi Curitiba, onde 43% das empresas entrevistadas aumentou o número de funcionários – mesmo que temporários.
Vídeos mais assistidos do g1 PR:
Veja mais notícias do estado no g1 Paraná.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima