Número de assassinatos em Sarandi cresce 25% nos primeiros nove meses de 2021, diz Sesp

numero-de-assassinatos-em-sarandi-cresce-25%-nos-primeiros-nove-meses-de-2021,-diz-sesp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Segundo dados da Sesp, de janeiro a setembro, foram registrados 25 homicídios em Sarandi. Em 2020, foram 20 casos nesse mesmo período. Assassinatos crescem 25% em Sarandi
O número de assassinatos em Sarandi, no norte do Paraná, cresceu 25% nos primeiros nove meses de 2021, em relação ao mesmo período de 2020, segundo dados da Secretaria da Segurança Pública do Paraná (Sesp).
De janeiro a setembro deste ano, foram registrados 25 homicídios em Sarandi. No ano passado, foram 20 casos, conforme o levantamento.
Paraná tem queda de 11% no número de assassinatos nos primeiros nove meses de 2021, diz levantamento
“Provavelmente, a grande maioria desses óbitos é devido a guerra entre facções rivais do tráfico de drogas. A gente observa que boa parte deles é por acerto de contas entre essas coisas que decorrem principalmente do tráfico”, disse o tenente Moraes da Polícia Militar (PM).
Assassinatos em Sarandi preocupam moradores da cidade e região
RPC/Reprodução
De acordo com a policia, a violência em Sarandi se estende a Maringá. As mortes de jovens registradas recentemente na Avenida Petrônio Portela e, depois, dentro do Parque do Ingá, têm ligação com os casos de Sarandi.
De acordo com a Sesp, no município de Maringá, cidade vizinha de Sarandi, também houve aumento nos homicídios.
O número de assassinatos está 17% maior nos nove primeiros meses de 2021. São 20 homicídios registrados até setembro, contra 17 de 2020.
Em comparação, os homicídios diminuíram 11% no Paraná, entre janeiro e setembro de 2021, segundo a secretaria. Foram 1.354 homicídios neste ano, enquanto no mesmo período do ano passado foram 1.511 mortes.
Criminalidade
Em Sarandi, os moradores relatam sentir medo e estarem assustados com a violência na cidade.
O crime invade até mesmo ambientes que parecem seguros. Pela segunda vez, o hospital da cidade foi palco de tiros.
Na quinta-feira (16), um homem invadiu o Hospital Metropolitano de Sarandi e atirou contra outro, que ao fugir entrou na unidade e acabou sendo atingido por três tiros.
Um policial civil que estava no local disparou contra o atirador, que também ficou ferido e acabou preso.
Em agosto de 2021, um outro caso foi registrado no Hospital Metropolitano. Um rapaz invadiu o hospital e matou um paciente a tiros.
Operação
De acordo com a PM, a policia tem dado a resposta aos crimes, principalmente em Sarandi.
“É importante ressaltar que a Polícia Militar está trabalhando diariamente em Maringá e Sarandi. Em Sarandi nós realizamos desde agosto mais de 15 operações, foram cumpridos 12 mandados de prisão, foram tirados de circulação mais de 80 quilos de drogas e estamos diariamente para manter segura a população de Sarandi.
De terça (14) a sexta-feira (17), as forças de segurança fizeram uma operação contra pessoas ligadas a homicídios e tráfico de drogas, em Maringá e Sarandi.
Durante a ação, 25 pessoas foram presas e três menores foram apreendidos, segundo a polícia.
De acordo com o delegado de Maringá Adão Rodrigues, o objetivo da operação foi reduzir a criminalidade na região.
“A nossa prioridade foi triar pessoas com mandados de crimes graves, então homicídios, assaltos, tráficos de drogas. Nosso objetivo foi tentar coibir a prática desses crimes. Tivemos alguns acontecimentos nos últimos meses, principalmente assaltos a residências, que nos incomodou muito e a polícia deu essa resposta.”
O delegado de Sarandi, Adriano Garcia Evangelista dos Santos, também falou sobre a violência nos municípios.
“A maioria é jovem. Hoje, o modo de atuar e quem se coloca a essa finalidade são indivíduos jovens, 12 e 13 anos, são recrutados a serviço do tráfico. Isso não é uma realidade só de Sarandi, mas ali vivencia-se uma população carente em determinados bairros, que podem ser considerados nicho de pobreza, e ali o tráfico atua fortemente.”
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima