Paraná

Menina pede ajuda em bilhete ao denunciar padastro por estupro, no Paraná, diz polícia

menina-pede-ajuda-em-bilhete-ao-denunciar-padastro-por-estupro,-no-parana,-diz-policia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Segundo a Polícia Civil, suspeito foi preso após IML constatar sinais de violência sexual na criança de 12 anos. Bilhete foi encontrado na escola da vítima, em Santo Antônio da Platina. Caso é investigado pela Polícia Civil de Santo Antonio da Platina
Giovani Zanardi/RPC
Uma menina, de 12 anos, escreveu um bilhete pedindo ajuda ao denunciar o padrasto por estupro, em Santo Antônio da Platina, no norte do Paraná. Segundo a Polícia Civil, o suspeito, de 36 anos, foi preso na terça-feira (30).
O papel foi encontrado em frente ao banheiro feminino da escola onde a vítima estuda, e o caso foi levado à delegacia pela direção.
De acordo com o delegado do caso, Rafael Guimarães, o bilhete era anônimo, mas a direção conseguiu identificar a vítima, que relatou ser estuprada desde os 7 anos de idade.
Cerca de 100 crianças e adolescentes de até 14 anos são estupradas por dia no Brasil, dizem Unicef e Fórum
Conforme o laudo do Instituto Médico-Legal (IML), foram constatados indícios de violência sexual na garota. Por isso, o suspeito foi indiciado por estupro de vulnerável.
Segundo a polícia, a vítima disse que o padrasto abusava dela enquanto a mãe saía para trabalhar.
Após o registro do caso, a Justiça determinou que o suspeito se afastasse do lar e evitasse contato com a vítima.
Entretanto, como isso não ocorreu, o delegado representou a prisão preventiva do mesmo, que foi decretada pelo poder judiciário.
Ao ter conhecimento do mandado, a defesa do suspeito apresentou o cliente espontaneamente. O suspeito negou o crime.
Conforme o delegado, a menina será ouvida em juízo, em depoimento especial e acompanhada de psicóloga
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 PR
Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima