Unila abre inscrições para alojamento estudantil; são 250 vagas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Podem participar da seleção alunos que ingressaram na instituição em 2020 e 2021 que comprovem a necessidade de apoio à moradia em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Inscrições podem ser feitas até 12 de dezembro. Inscrições para 250 vagas em alojamento estudantil da Unila estão abertas
Unila/Divulgação
Estão abertas as inscrições para 250 vagas no alojamento estudantil da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná.
Para se inscrever, segundo edital, o candidato precisa cumprir alguns critérios como estar matriculado na universidade, ter ingressado na instituição em 2020 ou 2021, comprovar renda familiar per capita de até um salário-mínimo e meio e não ter familiares residentes em Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Puerto Iguazú (Argentina) e na região metropolitana de Ciudad del Este (Paraguai).
As inscrições podem ser feitas até o dia 12 de dezembro, conforme edital.
Inauguração alojamento estudantil
Conforme a Unila, o alojamento estudantil será inaugurado no dia 30 de novembro e contará com três blocos com elevadores.
Serão 48 apartamentos, sendo quatro destinados a pessoas com deficiência. Estão previstos, ainda, biblioteca, salão para eventos, sala de convivência, cozinha e lavanderia comunitárias, entre outros ambientes.
Universidade Federal da Integração Latino Americana
Atualmente, a instituição oferece 29 cursos de graduação, para mais de mais de 5 mil alunos. A Unila ainda conta com 12 cursos de mestrado e um doutorado.
Segundo a reitoria da universidade, a Unila foi criada com o objetivo de contribuir com a comunidade, principalmente latino-americana, por meio da educação.
A instituição ainda tem o compromisso com o desenvolvimento de Foz do Iguaçu e região. Cerca 2,4 mil estudantes da universidade são de Foz do Iguaçu e do Oeste do Paraná.
Segundo a universidade, o processo seletivo para estudantes brasileiros ocorre uma vez por ano, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSu), com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Apenas o curso de música tem processo seletivo próprio, mas também depende da nota do Enem.
Para os estudantes não brasileiros, a seleção é realizada uma vez por ano, através do Processo Seletivo Internacional.
Veja mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima