Destaques, Notícias, Toledo

Selo Sesi ODS 2021: duas secretarias de Toledo recebem reconhecimento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Os programas “Jovens na Universidade” e “Pequenas Conversas Grandes Transformações” credenciaram, respectivamente, as secretarias da Juventude (SMJ) e de Políticas para Mulheres de Toledo (SPM) a receberem o Selo Sesi ODS 2021 pela categoria Poder Público. Esta honraria é concedida pelo Serviço Social da Indústria para organizações que desenvolvem boas práticas que contribuem para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O reconhecimento ocorreu na última quinta-feira (25/11), durante o Congresso Sesi ODS, transmitido em live exibida no Canal da Indústria – da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), mantenedora do Sesi – no YouTube. Das 283 iniciativas inscritas, 65 foram agraciadas com o selo, 13 em cada uma das cinco categorias: Indústrias, Empresas, Poder Público, Instituições de Ensino e Organizações da Sociedade Civil.

Secretária responsável por ambas as pastas, Jennifer Teixeira destaca a importância do Selo Sesi ODS 2021 para as atividades desenvolvidas pela SMJ e pela SPM. “Este selo confere credibilidade ao trabalho que estamos fazendo e nos mostra que estamos trabalhando em busca de um desenvolvimento sustentável por meio de ações que promovem empoderamento, igualdade e garantia de direitos nas áreas social, educacional e ambiental. Com isso, é possível estabelecer novos vínculos comunitários e fortalecer os existentes”, observa.

Jovens na Universidade

Criado em 2016, este programa oferece cursinho pré-vestibular a estudantes com idade entre 15 e 29 anos que estão no último ano ou que já concluíram o ensino médio, facilitando o ingresso deles no ensino superior. “Inicialmente esse programa foi organizado com recursos do Estação Juventude, programa do governo federal, e posteriormente o município trouxe para si a responsabilidade e deu continuidade às atividades, que foram interrompidas em 2020 e 2021 por conta da pandemia. Neste período, mais de 700 jovens, a maioria de escolas públicas, foram atendidos e muitos deles conseguiram entrar no ensino superior, pois enfrentaram o vestibular em condições mais favoráveis, garantindo o direito que possuem à educação e colocando-os na condição de protagonistas nesta transformação pela qual a vida deles passa”, relata a secretária.

A secretária garante o retorno do programa em 2022. “Seguiremos fornecendo material didático completo e atualizado. Vale lembrar que a qualidade deste serviço é acompanhado de perto tanto pela Secretaria quanto pelo Comjuto [Conselho Municipal da Juventude de Toledo]”, esclarece.

Pequenas Conversas Grandes Transformações

Com o objetivo de prevenir a violência contra as mulheres por meio de ações educativas e de divulgação da rede de serviços e de apoio à mulher vítima de violência em estabelecimentos da rede estadual de ensino, o Pequenas Conversas Grandes Transformações estimula os alunos a serem agentes transformadores da realidade. Lançado em 2019, o programa, desenvolvido com o apoio do Núcleo Regional de Educação (NRE), promove oficinas sobre o assunto em cinco colégio da cidade, um por território de cada Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

No primeiro ano de funcionamento do programa, 480 estudantes de 12 turmas do 6º ano do Ensino Fundamental se envolveram nas atividades, impactando positivamente a vida de aproximadamente 300 famílias. “Em virtude das dificuldades da pandemia, neste ano o projeto aconteceu de forma diferente. Colocamos cartazes nas escolas, distribuímos flyers para alunos dos quintos anos das escolas municipais e participamos com uma fala do encontro mais recente do programa Família e Escola em Ação”, observa Jennifer.

O que são os ODS?

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável foram consolidados em 2015, em encontro com líderes mundiais promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Na ocasião, eles elencaram metas e planos de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta, e garantir paz e prosperidade para todos.

Para isto, foram definidas 17 tarefas que devem ser executadas até 2030. Dessa forma, deseja-se que a atual geração seja a primeira a ter erradicado a pobreza extrema, além de proteger o planeta dos efeitos adversos da mudança climática.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima