Destaques, Notícias, Toledo

Viticultura: Impacto de defensivos na produção de uvas é tema de audiência pública

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

A Câmara de Vereadores de Toledo recebeu, na tarde desta quarta-feira (01), um grupo de viticultores para discutir com representantes de entidades, vereadores e produtores rurais o impacto da aplicação de agrotóxicos em culturas, em especial de soja, e que tem provocado problemas na produção de uvas. A discussão foi acompanhada pelo Departamento de Desenvolvimento Agropecuário e pelo Conselho Municipal do Desenvolvimento do Agronegócio (COMDAT).

Conforme o presidente do COMDAT, João Luiz Nogueira, que também é diretor de Desenvolvimento Agropecuário da Prefeitura, a aplicação sem acompanhamento técnico dos defensivos agrícolas traz consequências para as videiras. “Existe um problema que chamamos de deriva, que é quando o defensivo atinge outras culturas causando danos para folhagens e também nos cachos, comprometendo a produção”.

O evento contou ainda com a presença de especialistas no cultivo de uvas e técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) e de cooperativas. “O pedido para realizarmos esta conversa partiu dos viticultores do município para o Conselho. É uma discussão necessária, pois hoje temos 12 produtores e a maioria tem sofrido com essa situação, em especial quem trabalha com produção orgânica”, comentou Nogueira.

Para o presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Gafuri, é preciso buscar soluções. “Todas as culturas precisam conviver e a intenção com este encontro é isso. Começamos a discutir e vamos encontrar soluções para este problema e diminuir ao máximo os prejuízos”, frisou. Nogueira reforçou ainda que o COMDAT e suas câmaras técnicas, produtores e técnicos devem encarar a situação de forma conjunta. “Vamos nos debruçar sobre este assunto. Esse foi o primeiro momento de discussão e é preciso avançar para que todos tenham uma boa convivência”, finalizou.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima