Mundo

Passageiros de barco que teve acidente no Japão são encontrados mortos; ainda há desaparecidos

passageiros-de-barco-que-teve-acidente-no-japao-sao-encontrados-mortos;-ainda-ha-desaparecidos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


A guarda costeira do Japão confirmou a morte de dez pessoas ; ainda há 16 desaparecidos. Barcos de pesca auxiliam em busca por embarcação turística no mar perto da costa do Japão, em 24 de abril de 2022
Jiji Press/AFP
A guarda costeira do Japão confirmou a morte de dez pessoas que foram encontradas por equipes de resgate neste domingo, depois que um barco de turismo desapareceu nas águas geladas da ilha mais ao norte do país.
As autoridades continuavam as buscas com barcos de patrulha, aeronaves e helicópteros pelas outras 16 pessoas que estavam a bordo do “Kazu I” quando a embarcação teve problemas no sábado perto da península de Shiretoko, na ilha de Hokkaido.
Mapa mostra onde fica a península de Shiretoko, na ilha de Hokkaido, no Japão
g1
Nove dos dez que foram encontrados estavam na água ou em rochas próximas, disse a guarda costeira. Havia 24 passageiros, incluindo duas crianças, e dois tripulantes a bordo. As crianças ainda estão desaparecidas.
Gelo flutuante podia ser visto no mar ao redor da área até março, e a temperatura da água estaria em torno de 2 a 3 graus Celsius nesta época do ano, disse à Reuters um funcionário de uma cooperativa de pesca local. “Você começa a perder a consciência apenas alguns minutos após entrar nesse tipo de água”, disse ele.
Imagem aérea de trecho da Península de Shiretoko, no Japão
AP
Na tarde de sábado a tripulação informou a guarda costeira de que a água estava inundando o barco. O último contato ocorreu cerca de uma hora depois, quando o barco avisou sua empresa operacional para dizer que estava caindo em um ângulo de 30 graus, informou a Kyodo News.
A guarda costeira disse que não estava claro o que aconteceu com o barco. Na empresa que operava o Kazu não havia ninguém disponível para comentar. Ondas altas e ventos fortes foram observados por volta do meio-dia de sábado (no horário local) na região, disse a Kyodo.
Veja os vídeos mais assistidos do g1

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima