Mundo

Putin diz que negociação está em beco sem saída e chama situação na cidade ucraniana de Bucha de falsa

putin-diz-que-negociacao-esta-em-beco-sem-saida-e-chama-situacao-na-cidade-ucraniana-de-bucha-de-falsa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


A Rússia vai continuar as operações de forma ritmada e calma, disse o presidente russo. Segundo ele, o país não tem outra escolha, porque precisa defender as pessoas que falam russo e vivem na região leste da Ucrânia. Vladimir Putin assina livro de visitantes em centro de testes, em 12 de abril de 2022
Mikhail Klimentyev/Kremlin/ Via Reuters
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (12) as conversas para se chegar a um acordo de paz com a Ucrânia estão em um beco sem saída.
Putin afirmou que suas tropas vão vencer a guerra e atingir seus objetivos na Ucrânia, que ele qualificou como nobres.
Compartilhar pelo WhatsApp
Compartilhar pelo Telegram
Ao lado de presidente de Belarus, Putin visita cosmódromo no leste da Rússia
Leia também
Investigadores forenses ucranianos começam a exumar corpos da vala comum de Bucha
Bucha: saiba onde fica e quais as evidências que levaram à acusação de massacre de ucranianos pela Rússia
O presidente russo afirmou que os ucranianos torpedearam as conversas para um acordo de paz ao falsificar evidências de que os russos teriam cometido crimes de guerra (veja mais abaixo).
Além disso, os ucranianos também teriam pedido garantias de segurança para todo o território de seu país.
Ele falou em uma conversa televisionada com membros da agência espacial russa, após fazer uma visita a uma central de testes espaciais acompanhado do presidente da Belarus, Alexander Lukashenko. Os trabalhadores perguntaram a Putin se o país vai atingir seus objetivos. “Totalmente, eu não tenho nenhuma dúvida”, respondeu ele.
A Rússia vai continuar as operações de forma ritmada e calma, disse o presidente russo. Segundo ele, o país não tem outra escolha, porque precisa defender as pessoas que falam russo e vivem na região leste da Ucrânia.
Putin diz que há falsificação em Bucha
Segundo Putin, as fotos e as imagens de cadáveres espalhados pela cidade ucraniana de Bucha eram falsas.
Em entrevista coletiva televisionada após conversas com o presidente belorrusso, Alexander Lukashenko, Putin comparou as alegações ucranianas de que militares russos executaram civis em Bucha ao que ele disse ter sido encenação pelo Ocidente de um ataque com armas químicas na Síria com o objetivo de incriminar Bashar al-Assad.
“É o mesmo tipo de falsificação em Bucha”, disse Putin.
Policiais, moradores e voluntários tentam limpar ruas de Bucha, na Ucrânia
A Ucrânia acusou os militares russos de executar moradores de Bucha, uma cidade perto da capital Kiev que as tropas russas ocuparam por várias semanas antes de se retirarem. Os países ocidentais pediram que os responsáveis ​​pelos assassinatos de civis sejam punidos.
Autoridades russas acusaram a Ucrânia de encenar a imagem angustiante para atrapalhar as negociações de paz e levar o Ocidente a impor mais sanções contra Moscou.
A Rússia enviou dezenas de milhares de soldados para a Ucrânia em 24 de fevereiro, no que chamou de operação especial para reduzir a capacidade militar do país vizinho e erradicar pessoas que chamou de nacionalistas perigosos.
As forças ucranianas montaram forte resistência e o Ocidente impôs sanções abrangentes em um esforço para forçar a Rússia a retirar suas forças.
Veja vídeos para entender o conflito entre Rússia e Ucrânia

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima