Mundo

Dólar opera em queda, negociado a R$ 4,73

dolar-opera-em-queda,-negociado-a-r$-4,73
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Na segunda-feira (28), a moeda norte-americana fechou em alta de 0,53%, a R$ 4,7716. Notas de dólar
REUTERS/Dado Ruvic
O dólar opera em queda nesta terça-feira (29), negociado abaixo de R$ 4,75, com os mercados acompanhando a nova rodada de negociações diretas entre Ucrânia e Rússia.
Às 9h29, a moeda norte-americana caía 0,71%, cotada a R$ 4,7377. Veja mais cotações.
Na segunda-feira, o dólar fechou em alta de a de 0,53%, a R$ 4,7716, interrompendo uma sequência de 8 baixas seguidas. Com o resultado, passou a acumular queda de 7,46% na parcial do mês. No ano, tem baixa de 14,41% frente ao real.
Como comprar dólar?
Delegações de Ucrânia e Rússia se reúnem na Turquia para nova rodada de negociações
O que está mexendo com os mercados?
No exterior, os preços do petróleo subiam nesta terça-feira, recuperando parte das perdas da sessão anterior, em meios às preocupações com a oferta apertada e com os investidores de olho nova rodada de negociações diretas entre Ucrânia e Rússia.
Negociadores de ambos os lados se reúnem em Istambul pela primeira vez para discussões presenciais em quase três semanas, com a Ucrânia buscando um cessar-fogo sem ceder em questões territoriais e de soberania.
A disparada nos preços das commodities e juros em patamares elevados no Brasil e o diferencial em relação aos juros nos EUA e outras economias têm contribuído para o fluxo de dólares para o país e para a valorização do real em 2022. O Brasil possui atualmente a segunda maior taxa de juros reais no mundo, atrás somente da Rússia.
Projeções do mercado
O mercado financeiro piorou a projeção para a inflação e para a Selic em 2022. A estimativa para o IPCA no ano subiu de 6,59% para 6,86%. Para 2023, a previsão passou de 3,75% para 3,80%.
Já a previsão para a taxa básica de juros da economia foi mantida em 13% ao ano para o final de 2022.
O mercado manteve a estimativa de crescimento do PIB deste ano estável em 0,50%.
A projeção para a taxa de câmbio no fim de 2022 recuou de R$ 5,30 para R$ 5,25. E para o fim de 2023, caiu de R$ 5,22 para R$ 5,20 por dólar.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima