Mundo

Nos EUA, senador democrata decisivo votará por confirmação da 1ª mulher negra indicada à Suprema Corte

nos-eua,-senador-democrata-decisivo-votara-por-confirmacao-da-1a-mulher-negra-indicada-a-suprema-corte
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Apenas uma maioria simples é necessária para a confirmação, e o Senado está dividido em 50 a 50 entre os partidos. Jackson ficaria com o cargo mesmo se nenhum republicano votasse nela. Senado dos EUA sabatina a juíza que pode se tornar a primeira ministra negra da Suprema Corte
O senador democrata Joe Manchin afirmou nesta sexta-feira (25) que votará para confirmar a indicação de Ketanji Brown Jackson à Suprema Corte dos Estados Unidos, o que sinaliza que ela terá os votos necessários para superar a ampla oposição dos republicanos.
Compartilhe pelo WhatsApp
Compartilhe pelo Telegram
O anúncio de Manchin é mais uma evidência de que os democratas estão unidos no apoio à indicada do presidente Joe Biden, que pode se tornar a primeira mulher negra na Suprema Corte. Apenas uma maioria simples é necessária para a confirmação, e o Senado está dividido em 50 a 50 entre os partidos. Jackson ficaria com o cargo mesmo se nenhum republicano votasse nela.
“Após uma reunião com ela, considerando seu histórico, e monitorando de perto seus depoimentos e questionamentos no Comitê Judiciário do Senado esta semana, determinei que pretendo votar pela sua nomeação à Suprema Corte”, disse Manchin, em comunicado.
Leia também
Ketanji Jackson se aproxima de se tornar 1ª ministra negra da Suprema Corte dos EUA
Biden indica Ketanji Brown Jackson para a Suprema Corte dos EUA; ela poderá ser a 1ª ministra negra
“Sua ampla gama de experiências em vários setores do sistema judiciário deu à juíza Jackson uma perspectiva única que será de boa serventia à principal corte da nossa nação”, afirmou.
Biden indicou Jackson em fevereiro para substituir o liberal Stephen Breyer, que pretende se aposentar ao fim de junho. O comitê deve votar em 4 de abril se enviará a sua indicação a um pleito completo do Senado para a votação final de confirmação.
Jackson enfrentou dois dias de questionamentos hostis dos republicanos durante sua audiência de confirmação no começo desta semana, com muitos acusando-a de ser leniente em sentenças contra pornografia infantil em seu antigo cargo como juíza federal. Especialistas em sentenças disseram que a abordagem dela era similar à da maioria dos juízes.
Veja os vídeos mais assistidos do g1

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima