Mundo

Rússia e Ucrânia fazem nova rodada de negociação nesta segunda

russia-e-ucrania-fazem-nova-rodada-de-negociacao-nesta-segunda
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Informação foi divulgada pelo assessor da presidência ucraniana, Mykhailo Podoliak. Neste domingo (13), autoridades dos dois países fizeram avaliações otimistas sobre o progresso das negociações sobre a guerra. Delegações de Ucrânia e Rússia devem voltar a conversar nesta segunda-feira (14), quando o conflito entra no seu 19º dia. É a quarta reunião oficial para discutir um cessar-fogo entre os dois países.
A informação foi divulgada no Twitter pelo assessor da presidência ucraniana, Mykhailo Podoliak, que integra a delegação responsável pelas negociações com a Rússia, neste domingo (13). O encontro entre as delegações dos dois países deve acontecer por videoconferência.
AO VIVO: Acompanhe as últimas notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia
MAPAS: guerra na Ucrânia, invasão russa, bombardeios e ataque a Kiev
Podoliak afirmou que, na última semana, os representantes dos dois países se mantiveram em contato “de forma ininterrupta” por videoconferências, e que grupos de trabalho “estão em constante funcionamento”.
“Na segunda-feira, 14 de março, será realizada uma sessão de negociação para resumir os resultados preliminares”, escreveu ele. Segundo a agência de notícias Reuters, a reunião deve começar a partir das 10h30, horário de Kiev.
Neste domingo (13), horas após a Rússia atacar uma base militar na fronteira com a Polônia, país que faz parte da Otan, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu novamente à aliança uma zona de exclusão aérea em seu país (veja vídeo abaixo).
Presidente da Ucrânia fala sobre 18º dia de guerra
Progresso nas negociações
Autoridades russas e ucranianas fizeram, neste domingo (13), avaliações otimistas sobre o progresso em suas negociações com relação à guerra, sugerindo poder haver resultados positivos dentro de alguns dias, segundo reportagem da agência Reuters.
A Ucrânia tem dito estar disposta a negociar, mas não a se render ou aceitar qualquer ultimato.
O porta-voz do Kremlin disse na semana passada que a Rússia está pronta para interromper as operações militares caso Kiev cumpra uma lista de condições. Entre as exigências, estão que a Ucrânia reconheça a Criméia como território russo e reconheça as repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk como Estados independentes.
Como foi a 3ª recente
A terceira rodada de negociação oficial aconteceu na segunda-feira da semana passada, dia 7. Após o encontro, Podoliyak, o representante da delegação ucraniana, disse que houve uma pequena e positiva melhora na organização dos corredores humanitários — o que, entretanto, não se concretizou durante a semana.
Já o porta-voz russo, Vladimir Medinsky, disse que “ainda era cedo” para falar em avanços positivos e que não dava para se iludir que a próxima rodada trará um “resultado final”.
Na sexta-feira (11), os ministros de Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, e da Rússia, Sergei Lavrov, se encontraram durante um fórum na cidade de Antalya, na Turquia.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima