Mundo

Conheça o Antonov-225 Mryia, o maior avião do mundo, destruído na invasão russa

conheca-o-antonov-225-mryia,-o-maior-aviao-do-mundo,-destruido-na-invasao-russa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


De fabricação ucraniana, a aeronave foi queimada em um ataque russo ao aeroporto Hostomel, perto de Kiev. Fabricante diz que restauração custaria mais de US$ 3 bilhões e levaria muito tempo. Foto tirada em 3 de agosto de 2020 da aeronave de carga aérea estratégica Antonov An-225 Mriya, de fabricação soviética, o maior avião de carga do mundo, ao pousar no Aeroporto Internacional Ben Gurion de Israel em Lod, a leste de Tel Aviv
Jack Guez/AFP/Arquivo
Em ucraniano, “Myria” significa sonho. E um desses sonhos da Ucrânia foi destruído. O Antonov-225 Myria, o maior avião de carga do mundo, de fabricação ucraniana, foi queimado em um ataque russo ao aeroporto Hostomel, perto de Kiev.
Por que ele era especial? Era uma edição única fabricada pela Antonov Design Bureau, quando o país ainda era república da União Soviética, nos anos 1980.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
A aeronave fez seu primeiro voo em 21 de dezembro de 1988. Foi desenvolvida para transportar equipamentos do ônibus espacial soviético Energia, que nunca foi lançado.
O avião comportava, com facilidade, mais de 1.500 pessoas. Sua capacidade de carga era de 250 toneladas. Para se ter uma ideia, aeronaves de alta capacidade da Boeing, como o 747-8 Intercontinental e o 747-8 Freighter, têm capacidade estrutural máxima para cargas de 151,8 toneladas.
Veja como eram as dimensões do maior avião do mundo:
Especificações do Antonov-225 Mryia, o maior avião do mundo, destruído na invasão russa
Arte g1
Antonov-225 Myria
Arte G1
A distância de uma ponta da asa à outra (a chamada “envergadura”) tinha o equivalente a um prédio de 29 andares — um pouco mais de 88 metros. Leia mais abaixo as características do Antonov-225 Myria.
Chamando o avião de “lendário”, a fabricante de armas estatal ucraniana Ukroboronprom informou que a reconstrução custaria US$ 3 bilhões (aproximadamente R$ 15.494.191.784) e levaria muito tempo para ser concluída.
Ainda segundo a empresa, o avião estava no solo perto de Kiev em 24 de fevereiro para manutenção.
No Twitter, o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, lamentou a perda.
“Esta foi a maior aeronave do mundo, AN-225 ‘Mriya’ (‘Dream’ em ucraniano). A Rússia pode ter destruído nosso ‘Mriya’. Mas nunca poderão destruir o nosso sonho de um Estado europeu forte, livre e democrático. Vamos prevalecer!”
Initial plugin text
Em 2016, o Antonov-225 pousou no Brasil pela primeira vez, no aeroporto de Viracopos, de onde carregou 150 toneladas em turbinas.
Características
Comprimento: 84 metros
Altura: 18,2 metros
Envergadura (distância da ponta de uma asa à outra): 88,40 metros
Velocidade de cruzeiro: 800 km/h
Alcance: 15.400 km
Teto operacional: 9.000 metros de altitude
Capacidade de carga: 250 toneladas
Entenda a invasão russa na Ucrânia nos vídeos abaixo:

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima