Prefeito de Londres diz que é inevitável que cidade imponha mais restrições contra Covid

prefeito-de-londres-diz-que-e-inevitavel-que-cidade-imponha-mais-restricoes-contra-covid
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Segundo Sadiq Khan, sem novas medidas restritivas, o sistema de saúde da cidade ficará à beira do colapso em meio ao aumento de casos da doença. No sábado, o Reino Unido confirmou sete mortes por infecção da variante ômicron. O prefeito de Londres, Sadiq Khan, afirmou neste domingo à rede BBC que novas restrições contra a Covid-19 são inevitáveis e que sem elas o sistema de saúde da cidade vai entrar em colapso.
Khan declarou “estado de grande incidente” no sábado para ajudar os hospitais da capital britânica a lidarem com a alta de casos de Covid-19 causada pela variante ômicron. Na sexta-feira, metade dos casos recém-notificados de Covid-19 em Londres tinham sido causados pela nova cepa.
“Eu creio que é inevitável”, disse Khan à BBC quando questionado sobre a possibilidade de imposição de novas restrições.
“Se não anunciarmos as novas restrições, vamos ver ainda mais casos positivos e potencialmente o serviço de saúde ficará à beira do colapso, se já não estiver.”
LEIA TAMBÉM
ÔMICRON: Quais são os sintomas da nova variante comparados aos das anteriores
VACINAS: Como farmacêuticas avaliam impacto da nova variante e se preparam para agir
INFLUENZA OU COVID: Especialistas comparam sintomas e formas de contágio
O vídeo abaixo, de 19 de dezembro, mostra que o Reino Unido voltou a registrar mais de 90 mil casos de Covid em 24 horas.
Reino Unido volta a registrar mais de 90 mil casos de covid em 24 horas
Sete mortes pela ômicron no Reino Unido
Neste sábado, autoridades de saúde britânicas confirmaram sete mortes no país por infecção com a variante ômicron.
A primeira morte de Covid-19 confirmada no Reino Unido e no mundo por infecção da nova cepa tinha sido anunciada na última segunda-feira (13).

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima