Mundo

Lucia Hiriart, viúva de Pinochet, morre aos 99 anos no Chile

lucia-hiriart,-viuva-de-pinochet,-morre-aos-99-anos-no-chile
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


Falecimento foi informado por neta do casal em rede social. Ela foi casada com ditador de 1943 até a morte dele, em 2006; biografia diz que Hiriart costumava criticar o marido, autor de golpe militar em 1973. Lucia Hiriart, viúva de Augusto Pinochet, durante missa em Santiago, no Chile, em foto de 11 de dezembro de 2007
Martin Bernetti/AFP
Lucia Hiriart, viúva do falecido ditador chileno Augusto Pinochet, morreu nesta quinta-feira (16) aos 99 anos, informou sua família.
Sua morte ocorreu três dias antes de uma eleição presidencial polarizada no Chile, em que um dos candidatos defende o legado do regime militar.
Hiriart despertou fortes reações entre os chilenos pela percepção de influência que ela exercia sobre Pinochet e pela fortuna acumulada por sua família. Seu espólio geria uma fundação polêmica, que foi submetida a várias investigações judiciais.
“Aos 99 anos e rodeada de parentes e entes queridos, minha querida avó faleceu. Ela deixa uma marca imensa em nossos corações”, postou na rede social sua neta, que se chama Karina Pinochet, no Twitter.
“Ela deu sua vida ao serviço dos chilenos e a história saberá valorizar seu grande trabalho e seu trabalho pelo nosso amado país. Descanse em paz”, escreveu.
Camiseta de manifestante com estampa com rosto de Lucia Hiriart, viúva de Augusto Pinochet, vista em rua de Santiago, no Chile, após o anúncio de sua morte, nesta quinta-feira (16)
Javier Torrres/AFP
Pinochet, um general militar, derrubou o governo democraticamente eleito da nação em um sangrento golpe em 1973. Durante seu reinado de 17 anos, mais de 3 mil pessoas foram mortas ou desapareceram e dezenas de milhares foram torturadas.
Durante a ditadura nas décadas de 1970 e 1980, o Chile também estabeleceu grande parte de seu atual sistema econômico orientado para o mercado, que ajudou a impulsionar décadas de crescimento, mas também estimulou a desigualdade.
Em biografia da jornalista Alejandra Matus, Hiriart é retratada como uma personagem durona que costumava criticar o marido. Os dois foram casados de 1943 a 2006, quando Pinochet morreu.
O Chile votará para eleger um novo presidente no domingo, entre o esquerdista Gabriel Boric e o ultraconservador José Antonio Kast, que já defendeu o legado de Pinochet e disse que o ex-ditador teria votado nele se ele ainda estivesse vivo.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima