Mundo

Biden visita cidades destruídas por tornados no Kentucky

biden-visita-cidades-destruidas-por-tornados-no-kentucky
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


‘Não há tornados vermelhos e tornados azuis’, disse o presidente, fazendo menção às cores dos partidos Republicano e Democrata, respectivamente. Mais de 30 tornados atingiram sete estados, deixando ao menos 88 mortos e milhares de desabrigados no último final de semana. Biden visita cidade destruída por tornados no Kentucky
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sobrevoou de helicóptero e caminhou, nesta quarta-feira (15), pelas cidades de Mayfield e Dawson Springs, no Kentucky, duramente atingidas por uma série de tornados no último final de semana.
Imagens de satélite mostram antes e depois da passagem de tornados nos EUA; FOTOS
Governo do Kentucky identifica crianças e idosos entre mortos por tornados
Mais de 30 tornados atingiram principalmente Kentucky, mas também outros sete estados, deixando milhares de pessoas desabrigadas e ao menos 88 mortos.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, conversa com moradores de Mayfield, no Kentucky, na quarta-feira (15)
Brendan Smialowski/AFP
Durante o voo sobre Mayfield, o presidente observou pilhas de escombros e restos de casas semidestruídas, muitas sem telhados ou janelas.
No aeroporto, após o sobrevoo, Biden descreveu os danos como estando entre os piores que já viu e disse que estava ali “para ouvir”, de acordo com a agência Associated Press. Segundo ele, esse tipo de tragédia “ou une as pessoas ou as separa”.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, visita Mayfield, no Kentucky, na quarta-feira (15)
Brendan Smialowski/AFP
“Não há tornados vermelhos e tornados azuis”, disse ainda o presidente, fazendo menção às cores dos partidos Republicano e Democrata, respectivamente.
“O alcance e a escala desta destruição é quase inacreditável”, acrescentou.
“Esses tornados praticamente devoraram tudo em seu caminho”, continuou Biden, já em Dawson Springs, no oeste do estado. “Suas casas, seus negócios, seus locais de culto, seus sonhos, suas vidas”.
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, visita Mayfield, no Kentucky, na quarta-feira (15)
Brendan Smialowski/AFP
Ajuda federal
O presidente anunciou que o governo federal arcará com 100% dos gastos com ajuda emergencial pelos próximos 30 dias, e que continuará fazendo “todo o necessário, durante o tempo que for preciso”, segundo a agência France Presse.
Na segunda-feira, Biden já havia prometido toda a ajuda federal necessária ao Kentucky e demais afetados, um dia depois de declarar estado de catástrofe maior naquele estado.
“Estaremos ali o tempo que for preciso para ajudar”, disse Biden após uma reunião sobre o assunto na Casa Branca. “Isso é o que o governo (federal) avisou a todos os governadores: o que precisarem, quando precisarem, vocês terão”, enfatizou.
Além da ajuda federal, foram enviados mais de 500 soldados da Guarda Nacional para ajudar com a aplicação da lei, o controle do tráfego e a recuperação da região, assim como voluntários e associações no campo para apoiar as vítimas.
Mudanças climáticas
À reporter da GloboNews Candice Carvalho Feio, que acompanhou a visita, Biden disse que estava ciente dos danos provocados pelas tempestades na Bahia nos últimos dias e comentou brevemente sobre os problemas que as mudanças climáticas tem trazido a países como o Brasil e os EUA.
“Temos que fazer um esforço significativo para lidar com mudanças climáticas, e nós podemos. Temos a capacidade para fazer. Temos que fazer isso. Só nos EUA, esse ano, tivemos prejuízos de US$ 99 bilhões, como consequência de danos por mudanças climáticas. Vamos mudar isso”, disse.
Vídeos: Os mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima