Mundo

Astro da música latina, Vicente Fernández morre aos 81 anos

astro-da-musica-latina,-vicente-fernandez-morre-aos-81-anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp


O cantor mexicano, famoso por sucessos como ‘Por tu maldito amor’ e ‘Volver, volver’, chegou a ficar internado por quase cinco meses devido à uma queda em sua fazenda, informou a família. Astro da música latina, Vicente Fernández morre aos 81 anos
O cantor mexicano Vicente Fernández, astro da música latina, morreu neste domingo (12) aos 81 anos na cidade de Guadalajara, após ficar internado por quase cinco meses devido à uma queda em sua fazenda, informou a família.
“Lamentamos comunicar sua morte no dia de domingo 12 de dezembro às 06h15 am (09h15 no horário de Brasília)”, escreveu a família na conta oficial do ídolo no Instagram.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp 

Compartilhe esta notícia no Telegram
“Foi uma honra e um grande orgulho compartilhar com todos uma grande trajetória da música e ter dado tudo pelo seu público. Obrigado por continuar aplaudindo, obrigado por continuar cantando”, diz o texto.
Vicente Fernández em foto de abril de 2016
Marco Ugarte/AP/Arquivo
A saúde de “Chente”, como era popularmente conhecido, havia piorado nos últimos dias. No sábado (11), a família disse em um comunicado que sua condição era “crítica”, com problemas pulmonares agravados e que permanecia sedado em cuidados intensivos.
Nascido em 17 de fevereiro de 1940 em Huentitán el Alto (Jalisco), de pai fazendeiro e mãe dona de casa, Fernández fez parte da memória coletiva mexicana com canções como “Por tu maldito amor” e “Volver, volver”.
Em mais de cinco décadas de carreira, sua música acompanhou várias gerações dentro e fora do México em todos os tipos de festas.
Ele também ganhou vários prêmios e reconhecimentos, incluindo três Grammys e nove Grammys Latinos.
Vicente Fernández em foto de fevereiro de 2009
Claudio Cruz/AP/Arquivo
Carreira de sucessos
A onda de mensagens de condolências pela morte do ídolo uniu tanto políticos quanto pessoas da cultura e do entretenimento do México e da América Latina.
“Jalisco e o México estão de luto. A lenda que, com seu talento, deu voz aos sentimentos de milhões em todo o mundo nos deixa como um dos maiores ícones da música e da mexicanidade”, escreveu no Twitter o governador de Jalisco, Enrique Alfaro.
“Meus mais sinceros pêsames a Gerardo Fernández, irmãos, familiares e amigos pelo falecimento de Don Vicente Fernández, grande figura da música mexicana e enorme personalidade contemporânea”, disse nessa mesma rede o chanceler do México, Marcelo Ebrard.
Fernández vendeu mais de 70 milhões de cópias de uma vasta discografia composta por cerca de 80 álbuns e participou de quase trinta filmes.
Sua longa lista de sucessos inclui uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.
Pela sua voz majestosa, o jornal americano “The Houston Chronicle” o nomeou em 1991 como “o Sinatra da música ‘rancheira'”.
“No dia em que eu deixar de ouvir aplausos, nesse dia morrerei de tristeza”, disse o astro em fevereiro de 2009, durante um show no Zócalo da Cidade do México, a praça pública mais importante do país.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima