Mundo

Arqueólogos no Peru descobrem múmia que pode ter até 1.200 anos

arqueologos-no-peru-descobrem-mumia-que-pode-ter-ate-1.200-anos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Os pesquisadores acreditam que a múmia pertence a cultura Chaclla pré-incaica, que antecede o Império Inca. Corpo foi encontrado marrado e com itens de oferenda. Arqueólogos no Peru descobrem múmia que pode ter até 1.200 anos
Arqueólogos no Peru descobriram uma múmia bem preservada que pode ter entre 800 e 1.200 anos de idade.
Os pesquisadores acreditam que a múmia pertence à cultura Chaclla pré-incaica, que antecede o Império Inca. Ela foi descoberta no complexo arqueológico de Cajamarquilla, localizado a leste de Lima.
A idade mais precisa da múmia poderá ser descoberta após a realização da datação por carbono.
Leia também:
Análise genética revela origem de múmias misteriosas encontradas no interior da China
Múmia de leão-das-cavernas de 28 mil anos é o animal da Idade do Gelo mais bem preservado já encontrado
A surpreendente história por trás da 1ª múmia egípcia grávida descoberta
Os arqueólogos encontraram a múmia em posição fetal e amarrada com cordas em uma estrutura funerária subterrânea oval.
A múmia estava cercada por vários materiais de oferenda, como potes, cerâmicas e cabaças contendo restos botânicos.
De acordo com a mídia local, os arqueólogos esperam que esta descoberta lance uma nova luz sobre a cultura Chaclla.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima