To Circulando – Toledo

Prefeitos assinam adesão ao projeto da Nova Ferroeste

Representantes do Executivo Municipal participaram, nesta segunda-feira (21), de uma reunião no auditório da Secretaria de Infraestrutura Logística do Paraná, em Curitiba. Na pauta do encontro o Projeto do Corredor Oeste de Exportação – Nova Ferroeste e a assinatura do termo de engajamento dos municípios ao projeto. A comitiva toledana contou com a presença do prefeito Beto Lunitti e dos secretários de Planejamento e Urbanismo, Neuroci Frizzo, e de Desenvolvimento Econômico, Diego Bonaldo.

O convite para o encontro veio do gabinete do secretário de Infraestrutura Logística paranaense, Sandro Alex. Foram realizadas explanações sobre como está o projeto da Nova Ferroeste e qual os municípios que serão impactados positivamente com a passagem da ferrovia pela região oeste do Paraná. “É de uma importância ímpar este modal de transporte. Ele se soma a atual malha rodoviária e pode render bons frutos para a região e nosso município”, disse o prefeito Beto Lunitti.

Segundo o gestor toledano, foram expostos todos os trabalhos do estado, por meio dos órgãos afetos ao projeto e da Ferroeste, com intuito de fornecer aos presentes informações sobre o  traçado da ferrovia, bem como ouvir opiniões dos presentes sobre como aproveitar melhor a estrutura. “Apresentamos a nossa intenção de contar com um pátio multimodal para servir de ponto de chegada de saída para produção do nosso município e também da região”, expôs Lunitti.

A presença dos prefeitos e secretários municipais de toda a região foi destacada por Beto Lunitti. “É fundamental que estejamos unidos e engajados no propósito de fazermos do Paraná um estado com excelência no transporte, inclusive o ferroviário. Já estamos trabalhando nos números, no estudo de viabilidade, com o intuito de mostrar as potencialidades de Toledo e região”.

A intenção em apresentar a viabilidade técnica deste pátio multimodal é oferecer subsídios para o convencimento dos investidores que concorrerão à administração da Nova Ferroeste. “O mundo dos negócios gira em torno dos ganhos. Nós sabemos da potencialidade da nossa região, mas é preciso transmitir essa nossa certeza em dados estatísticos e números para sermos contemplados com este investimento”, concluiu Beto.

Nova Ferroeste

Durante o encontro desta segunda-feira (21) foi apresentado o novo trajeto da ferrovia que liga Cascavel, no Paraná, a Maracaju, no Mato Grosso do Sul. Os prefeitos assinaram o termo de adesão ao projeto que tem investimento previsto de R$ 8 bilhões. A nova ferrovia vai significar uma redução de 28% no custo Brasil. Algo em torno de US$ 13,00 por tonelada.  Isso vai aumentar a competitividade do setor produtivo da nossa região.

Conforme explanação, hoje um contêiner de Cascavel com destino a Paranaguá demora em torno de 100h. Com a nova Ferroeste a expectativa é que esse prazo seja reduzido para 20h. O projeto transformará o Paraná no HUB logístico da América Latina e a Região Oeste será protagonista desse novo momento.

Receba notícias como essa em primeira mão

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on google
Share on email

Veja Támbem