Destaques, Política, Toledo

Solicitação da Prefeitura de Toledo pode beneficiar 17 frigoríficos de peixe da região

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Dentro das tratativas realizadas pelo vice-prefeito Ademar Dorfschmidt durante sua estada na capital estadual ocorreu uma visita ao secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. Na pauta uma solicitação para uma alteração no Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf) para permitir a ampliação do volume de abate diário de peixes, atualmente limitado a meia tonelada/dia.

A reivindicação é regional e atenderia dezessete frigoríficos da Oeste. Conforme Ademar, o limite de processamento de 500 quilos por dia estanca a produção de tilápias. “Precisamos ampliar esse limite para oportunizar mais negócios para o setor. Temos muitas indústrias e oportunidade de crescimento para este setor caso seja aumentado esse limite ou até mesmo não tenhamos mais um teto para a produção”, comenta.

Dorfschmidt afirma que o secretário Ortigara e os técnicos foram muito receptivos em relação a esta demanda regional. “Conversamos com diretores e equipe técnica e ainda durante a viagem já tivemos um retorno que estudam a possibilidade de aumentar para 2.500 quilos, o que já seria um grande avanço. A resposta foi bastante rápida diante da necessidade destes frigoríficos em aumentar a produção e automaticamente gerar mais emprego e renda para o oeste paranaense”, frisa.

O vice-prefeito ainda salienta que essa necessidade foi observada pela equipe de servidores da Secretaria do Agronegócio, de Inovação, Turismo e Desenvolvimento Econômico, capitaneados pelo secretário da pasta Diego Bonaldo e a demanda chegou ao prefeito Beto Lunitti, que agiu em prol de solução para o problema. “Esse pedido chegou ao governador [Ratinho Júnior] que colocou a estrutura da Seab [Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento] à disposição para dar solução a este entrave”, concluiu.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima