Destaque, Outras Notícias, Toledo

Profissionais de saúde do município participam de treinamento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Profissionais da Secretaria de Saúde tiveram a oportunidade de participar, na última quarta-feira (03), de um treinamento para identificação e atendimento de pacientes em parada cardiorrespiratória (PCR). A ação aconteceu na Associação Médica de Toledo e foi possível a partir da iniciativa de profissionais médicos do município de Toledo. Aproximadamente 40 servidores municipais, em sua maioria técnicos de enfermagem e enfermeiros, participaram da atividade.

Conforme o médico André Fernando Otto, a ideia surgiu com um grupo de amigos que desenvolvem ações de formação continuada. “Nós acreditamos que a capacitação permanente é a melhor solução para grande parte dos problemas da saúde pública”. Otto acrescentou que o modelo adotado por este grupo já foi usado como molde para o projetos de educação continuada em saúde na Secretaria Estadual de Saúde do Piauí e para um grupo de profissionais na Guatemala.

Os parceiros desta ação desenvolvida com os toledanos foram a equipe da Secretaria de Saúde, a Associação Médica de Toledo, universidades e uma instituição de ensino em saúde com sede no Novo México, nos Estados Unidos da América. “Sempre focamos em temas com o maior impacto possível na qualidade do atendimento oferecido aos pacientes e com o menor custo para o sistema público de saúde”, reforçou Otto.

Para quem participou da atividade, o treinamento tem grande valia nas atividades do dia a dia. “Nós trabalhamos em unidades de atendimento em saúde e estar bem treinados, com constante atualização dos nossos conhecimentos, faz parte do nosso escopo. Vários servidores que participaram atuam no serviço de urgência e emergência e isso vai contribuir muito na identificação e atendimento de pacientes”, comentou a técnica em enfermagem da Unidade Básica de Saúde da Vila Industrial, Graciella Hermes.

Para a secretária de Saúde, Gabriela Kucharski, a participação dos trabalhadores da saúde nestas atividades é importante e gera ganhos na prestação de serviços. “Os profissionais participaram a partir de um convite e não gerou custo nenhum para a Prefeitura. Foi realizado fora do horário de trabalho e isso demonstra que tantos os servidores que receberam a orientação, como quem comandou o treinamento realmente querem oferecer o melhor para a população. Só temos que agradecer a todos os envolvidos”, concluiu.

PCR – O treinamento foi focado no atendimento de pacientes em parada cardiorrespiratória (PCR). “A massagem cardíaca é uma técnica ensinada nas escolas de ensino fundamental de diversos países e quanto mais pessoas de uma comunidade souberem como fazer, melhor para toda a comunidade”, comentou Otto, lembrando que o trabalho foi iniciado com os profissionais de saúde de Toledo e dos municípios vizinhos e deverá chegar a outros lugares e pessoas, entre elas profissionais de segurança que atuam na cadeia pública de Toledo.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima