Destaque, Outras Notícias, Toledo

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra Influenza e Sarampo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Conforme divulgado na quinta-feira (02) pelo Ministério da Saúde (MS), os públicos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e Sarampo podem procurar os postos de vacinação de todo Brasil até o dia 24 de junho. Desta forma, o Departamento de Vigilância em Saúde de Toledo, orienta a população com direito a vacina a procurar a unidade básica de saúde mais próxima para receber o imunizante até esta data.

Conforme a publicação do MS, a prorrogação da campanha tem o objetivo de aumentar as coberturas vacinais para as duas doenças. Em Toledo, de acordo com levantamento da Secretaria de Saúde apresentado na última segunda-feira (30), a exemplo do que acontece em todo território nacional, a procura pela vacina foi baixa. “Essa campanha é realizada há 24 anos e ao longo deste tempo tem contribuído para prevenir as complicações decorrentes das doenças respiratórias, bastante comuns nesta época do ano, diminuindo o número de internamentos e óbitos. Diante desta prova inquestionável de proteção, ficamos preocupados ao percebermos que a adesão dos idosos, sempre muito participativos, está bem abaixo do que em edições anteriores”, apontou a enfermeira do Setor de Epidemiologia, Cleunice Sarturi.

Sobre a disponibilização dos imunizantes para a população de forma geral, Cleunice informa que o município aguarda orientações da Secretaria Estadual de Saúde (SESA).

Quem pode se vacinar contra gripe

  • Idosos acima de 60 anos;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Gestantes e puérperas;
  • Povos indígenas;
  • Professores;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas;
  • Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;
  • Trabalhadores portuários;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade.

Público-alvo da campanha contra o sarampo

  • Trabalhadores da saúde;
  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias).

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima