Destaque, Notícias, Toledo

Após Maio Amarelo intenso, Toledo recebe livros sobre educação no trânsito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Coordenadas pela Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU), as atividades da edição do Maio Amarelo em Toledo foram bastante intensas e diversificadas. Com o lema “Juntos salvamos vidas”, a campanha propiciou momentos de conscientização, mas também de muita diversão para públicos de todas as faixas etárias.

Para as crianças, ações em estabelecimentos da rede municipal de ensino, como o “Motoca e Pipoca”, a peça teatral “Dois Motoristas Maluquinhos” (Conta Cultura) e o minicurso “Direção Defensiva Kids”; para jovens e adolescentes, o “Roda Viva no Trânsito” nos dois Centros da Juventude; para os adultos, palestras, cursos, blitze educativas em várias regiões da cidade e do interior, e o “Amarelo Rock”, evento realizado no dia 21 no Parque Ecológico Diva Paim Barth que teve como atrações principais os shows das bandas Los Coronezos, Jam Z e Full Rocker e o cantor Rafael Meneghini.

Dois dias antes foi o “Dia D Educa”, ação realizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária da qual 11 municípios brasileiros participaram – entre eles, Toledo. Em reconhecimento, a entidade está destinando 8.200 unidades do livro “Educa – Educação para Mobilidade Consciente” que serão oficialmente entregues à SMSMU e à Secretaria Municipal da Educação (Smed) nesta sexta-feira (3), às 9h30, no Auditório Acary Oliveira, anexo ao Paço Municipal Alcides Donin.

Alguns destes exemplares já começaram a ser distribuídos entre alunos do 4º e 5º anos de algumas escolas da rede municipal de ensino, como a Ivo Welter, no Santa Clara IV. “A chegada deste material é um reconhecimento ao compromisso de Toledo com ações que visam à segurança viária. Os livros podem ser utilizados em atividades letivas extracurriculares e interdisciplinares, contribuindo tanto para a formação intelectual e cidadã destes estudantes”, destaca. “Estamos falando de um projeto piloto presente em 26 cidades, 15 contempladas ano passado e 11 em 2022. Aqui no Paraná, além de Toledo, só Campo Largo está nesta lista seleta”, observa.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima