Destaque, Paraná, Toledo

SMDH busca cooperação para ampliar ações junto aos imigrantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Com o intuito de ampliar as políticas públicas que atendam todos os munícipes, a Prefeitura de Toledo implantou a Coordenadoria de Políticas para Imigrantes e Outros Grupos Vulnerabilizados. O órgão, vinculado à Secretaria de Políticas para Infância, Juventude, Mulher, Família e Desenvolvimento Humano (SMDH), entre suas atribuições, promove ações com o intuito de integrar a população de outros países e culturas que optaram por residir em Toledo.

Com foco neste trabalho, o prefeito Beto Lunitti, acompanhado da secretária de Desenvolvimento Humano, Jennifer Teixeira, e da responsável pelo atendimento aos imigrantes na Prefeitura, Laudiceia Correia, participou de uma reunião com o advogado e sociólogo haitiano Pierre Erick Bruny, na quarta-feira (04). Atualmente, Bruny reside em Maringá e veio ao município para palestrar no 1° Seminário Latino Americano – Direito sem Fronteiras.

Durante a conversa, realizada na sala de reuniões da Prefeitura, Lunitti afirmou que Toledo é um município acolhedor e que quer estreitar os laços com os povos, desde que respeitada a legalidade em todas as ações. “Quem vem de outro país, tem sua cultura, mas também seus regramentos. Ao optar por uma nova nação, é preciso entender que será preciso adaptar-se à realidade e às leis deste novo país. Os haitianos e demais povos são muito bem vindos, desde que sigam o que é estabelecido pela legislação do município, do estado e do país”, disse Beto.

Bruny afirmou entender essa realidade e especialmente a dificuldade dos seus conterrâneos em adaptar-se. “Existe a necessidade de trabalhar esta questão, sobre o que se deve fazer e o que não se pode fazer. Precisamos criar possibilidades de orientação, tentar de formas diversas, como seminários e encontros, unir a comunidade haitiana para promover a compreensão da nova realidade. Isso poderia acontecer em fins de semana, pois a maioria dos imigrantes vieram ao Brasil para o trabalho”, comentou.

Diante da proposta, o chefe do Executivo Municipal delegou à secretária Jennifer Teixeira a incumbência de promover oportunidades de esclarecimento voltadas para as populações imigrantes. “A coordenação e a SMDH terão total apoio para realizar estas ações, seja por meio de eventos, cartilhas orientativas e demais ferramentas. Encontramos um bom termo nesta conversa e agradeço sua disponibilidade e presteza. O que queremos é a cooperação para este trabalho”, concluiu.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima