Destaque, Outras Notícias, Toledo

Saúde anuncia horário ampliado para atendimento em duas UBS’s

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Diante do aumento de atendimentos emergenciais por conta da epidemia de dengue e o período com maior incidência infecções das vias respiratórias e pulmões por conta do vírus sincicial respiratório (VSR), a Secretaria de Saúde optou por estender o horário de funcionamento das unidades básicas de saúde do Jardim Europa e do Jardim Coopagro a partir desta quarta-feira (04). Os dois pontos funcionarão das 19h às 22h e atenderão os pacientes por livre demanda.

Serão dois consultórios por local e o intuito é diminuir a procura pela Unidade de Pronto Atendimento José Ivo Alves da Rocha (UPA/Vila Becker) e pelo Pronto Atendimento Jorge Nunes (PAM/Mini Hospital). Conforme a secretária de Saúde, Gabriela Kucharski, a medida já vinha sendo estudada pelo Departamento de Atenção Primária, porém era preciso definir quais locais apresentavam maiores demandas.

Após o levantamento que aponta essas duas regiões (Jardins Europa, América e Santa Clara IV e Cosmos, Fachinni e Coopagro) com mais atendimentos nas unidades de urgência e emergência, estruturou-se as equipes para atendimento. Elas serão formadas por assistente administrativo/recepcionista, técnico de enfermagem, enfermeiro e dois médicos. “É uma ação emergencial com o intuito de suprir este período. Historicamente existe uma maior busca por consultas de emergência por conta dos VSR’s nesta época e somou-se a este fator a epidemia de dengue”, comenta Gabriela.

Os atendimentos serão de clínica geral e pediatria, sendo realizados em sua maioria pelos médicos da Estratégia da Saúde da Família (ESF). O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (03) em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais oficiais da Prefeitura de Toledo com a participação do prefeito Beto Lunitti. “Estamos sempre buscando soluções para as demandas da nossa população. É importante destacar que o Governo, apesar da urgência de algumas situações depende de fatores externos, como a possibilidade de poder pagar horas extras aos médicos”, salientou.

O serviço será temporário e deve permanecer enquanto houver a situação de emergência de dengue.

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima