Destaque, Paraná

Avó que matou homem a pauladas no Paraná deixa a prisão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

A avó que matou um homem, de 35 anos, que teria tentado abusar da neta dela deixou a cadeia. Ela foi presa em flagrante por homicídio qualificado no último domingo (24). O alvará de soltura foi cumprido no final da tarde de quinta-feira (28), confirmou o advogado Pedro Eduardo Ortega.

De acordo com a defesa, a avó, de 61 anos, vai responder em liberdade. Ela, além de ser ré primária, tem a guarda definitiva de três netos, uma criança de 8 anos, uma adolescente de 13 e um garoto de 17 anos, especial. “A base do nosso pedido preenche requisitos para ela responder em liberdade. Ela é ré primária, nunca respondeu um processo, tem residência fixa, tem trabalho, mesmo que informal, mas tem trabalho, está colaborando desde o início com as investigações, tem a guarda definitiva dos netos, o Juiz entendeu nosso pedido”, explicou Pedro.

O advogado acredita que quando a avó amarrou o homem, ele já estava morto. “Tinham outras pessoas na casa, ele morreu por asfixia, de acordo com o laudo do IML, acreditamos que ele morreu após um mata-leão, através de um outro rapaz, e caiu, foi assim que ela conseguiu amarrar ele sem dificuldades. Estamos no início dos trabalhos, vamos começar a elaborar as peças iniciais para defendê-los, preciso sentar com eles, conversar, levantar todos os dados, acredito que, apesar do depoimento dela, acredito na inocência”, disse.

Além da avó, o marido dela e a outra mulher também foram soltos. “Eu advogo para todos, não ficou clara a participação do marido dela no crime, a outra moça também é primária, participação mínima e também possui residência fixa.”

Fonte:TN Online  Foto:Catve 

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima