Destaque, Paraná, Todas Notícias

Grupo Boticário anuncia R$ 200 milhões para ampliar produção na Região Metropolitana de Curitiba

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Celebrando 40 anos de inauguração de sua primeira fábrica em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, o Grupo Boticário anunciou nesta segunda-feira (18) investimento de R$ 200 milhões para ampliar a produção na cidade, no chamado Polo da Beleza paranaense. O governador Carlos Massa Ratinho Junior acompanhou a solenidade e destacou a parceria do Governo do Estado em diversos projetos de expansão das atividades do grupo.

Com o aporte, o Boticário deve aumentar em até 25% a capacidade produtiva sustentável em seu centro industrial, que reúne cerca de 830 fornecedores locais envolvidos diretamente na cadeia produtiva do segmento de cosméticos e beleza. A previsão é que sejam criadas mais de 500 novas vagas de emprego nos próximos dois anos.

“A modernização e ampliação do parque fabril do Boticário ratificam o bom momento que o Paraná tem vivido, graças à conjuntura de ações da iniciativa privada e do poder público, que traz bons resultados para a economia”, afirmou o governador. “O Paraná fechou o ano passado com recorde na geração de empregos, com mais de 172 mil vagas com carteira assinada, e já iniciou um ano com quase 50 mil novos postos de trabalho”.

A expansão do grupo, destacou Ratinho Junior, movimenta o setor de beleza do Estado e a cadeia produtiva da Região Metropolitana. “O Boticário é uma empresa genuinamente paranaense, que simboliza o melhor do Brasil. É uma empresa gigante, que gera muito emprego, faz produtos de alta qualidade, tem responsabilidade social e ambiental e ainda faz circular a cadeia produtiva do setor de cosméticos”, ressaltou.

POLO DA BELEZA – A empresa investiu, até o momento, R$ 700 milhões na construção do Polo da Beleza, instalado em um terreno de 150 mil metros quadrados em São José dos Pinhais, com 72 mil metros quadrados de área construída.

O complexo concentra a produção de itens de perfumaria, cuidados (cremes e hidratantes), maquiagens e estojos ou kits para presente. Somente em 2021, a fábrica foi responsável pela produção de 160 milhões de peças. O Polo da Beleza emprega cerca de 6 mil pessoas, incluindo os trabalhadores do Boticário e das empresas parceiras.

“Nosso compromisso com o Paraná é de longa data. Ao longo desses últimos anos, em que investimos no desenvolvimento da região, fortalecemos a indústria de beleza e conectamos centenas de parceiros, que juntos compõem um sustentável e inovador Polo da Beleza”, afirmou o vice-presidente de Operações do Grupo Boticário, Sérgio Sampaio.

Uma das três maiores marcas de beleza do País, com 20% de participação no mercado nacional, o Boticário mira a liderança do setor com a modernização da unidade em São José dos Pinhais. “Os novos investimentos fomentam ainda mais o crescimento e desenvolvimento desse ecossistema e ampliam as oportunidades para os paranaenses, com a geração de 500 vagas de emprego”, disse Sampaio.

Além do polo em São José dos Pinhais, o grupo iniciou, no ano passado, a operação um Centro de Distribuição com mais de 20 mil metros quadrados em Campina Grande do Sul. O complexo reúne as unidades de distribuição das marcas e o e-commerce da empresa. No próximo semestre, a unidade também inicia a operação para as lojas, franquias, multimarcas e venda direta de toda a região Sul do País.

A implantação do Centro de Distribuição e a concentração no Estado do comércio eletrônico do grupo foram inseridos no programa de incentivos fiscais Paraná Competitivo. Cerca de R$ 80 milhões estão sendo investidos nos projetos desde 2020.

SOCIOAMBIENTAL – Paralelamente aos investimentos no setor de beleza, o Governo do Estado também conta com a parceria do Grupo Boticário em projetos que fortalecem as práticas ambientais, sociais e de governança, o chamado ESG.

Em outubro do ano passado, o Paraná lançou o primeiro comitê público-privado sobre ESG do País, com o objetivo de enfrentar de forma coordenada os desafios socioambientais do Estado. A iniciativa é liderada pelo Governo do Estado e pelo Grupo Boticário e conta com a adesão de empresas como Klabin, JBS, Sanepar, Renault, Itaipu e Volkswagen.

Outra parceria com a empresa é no projeto Viva Água, que reúne mais de 90 instituições com o objetivo de melhorar a qualidade da água da Bacia do Rio Miringuava, em São José dos Pinhais, e garantir a segurança hídrica da Região Metropolitana de Curitiba.

Cerca de 1,2 mil agricultores familiares da região são beneficiados pelo projeto que fortalece o desenvolvimento econômico, social e ambiental na área do manancial, que conta também com a participação do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), Sanepar e Invest Paraná.

O objetivo é promover a agricultura conservacionista e sustentável na localidade, além de mecanismos para melhorar a comercialização dos produtos e incentivar o turismo local. Atualmente a bacia é responsável por fornecer água para 250 mil pessoas, mas com a barragem que está sendo construída a Sanepar deve passar a abastecer mais de 600 mil pessoas.

A Bacia do Miringuava também concentra uma das maiores densidades de produção de hortaliças do Estado e alguns atrativos turísticos, o que demanda um cuidado especial com a área.

GRUPO – Fundado há 45 anos no Paraná como uma pequena farmácia de manipulação, o Grupo Boticário se tornou um dos maiores conglomerados de beleza do mundo e está presente em 15 países. É dono das marcas O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, BeautyBox, Multi B, Vult, Beleza na Web e O.u.i. O grupo agrega laboratório, fábrica, inovação, tecnologia, logística, marketing e varejo.

São mais de 13 mil colaboradores diretos, além de outras 40 mil pessoas que trabalham na rede de franquia, considerada a maior no segmento de beleza no mundo, reunindo mais de 4 mil pontos de venda em 1.780 cidades brasileiras.

SUSTENTABILIDADE – Com grande foco na sustentabilidade em seus modelos de negócios, o grupo planeja ampliar a gestão de resíduos com a plataforma “Uma Beleza de Futuro”, que reúne compromissos socioambientais ambiciosos para serem atingidos até 2030.

Para isso, a companhia prevê destinar já neste ano cerca de R$ 14 milhões apenas para a gestão sustentável dos recursos hídricos da fábrica de São José dos Pinhais. Atualmente, 22% dos recursos hídricos utilizados são de água de reúso, e a principal meta é chegar a 50% até 2023, zerando assim o balanço hídrico industrial.

A fábrica de São José dos Pinhais obteve a certificação “LIFE”, selo verde que avalia os impactos à biodiversidade e todas as medidas que a empresa toma para mitigá-los.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin; o vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário, Arthur Grynbaum; o CEO do Grupo Boticário, Fernando Modé; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Carlos Walter.

Fonte:AEN

MAIS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Rolar para cima